Jeff Bezos, presidente da Amazon, revelou em entrevista que a empresa está trabalhando num serviço de entrega extremamente rápido: eles querem usar drones – pequenos dispositivos voadores – para levar encomendas até você em até meia hora.

Trata-se do Amazon PrimeAir, cujos detalhes foram discutidos no programa de TV 60 Minutes. O objetivo é que o PrimeAir faça entregas rápidas, em um raio de 15 km, de pacotes leves – como livros, Blu-rays ou até certos gadgets. (Bezos disse que caiaques, por exemplo, seriam algo impossível para os drones.)

A Amazon quer usar octocópteros, ou seja, dispositivos com oito hélices. A frota de drones seria mais ecológica do que usar caminhões, porque seria totalmente elétrica; e as encomendas saberiam para onde ir com base em coordenadas GPS obtidas no processo de compra.

amazon primeair 2

Mas Bezos avisa que a Amazon precisa acertar todos os quesitos de segurança antes de lançar uma frota de drones no mundo. “Eles não podem pousar na cabeça de alguém”, observou ele.

Bezos diz que o projeto, ainda na fase de pesquisa e desenvolvimento, não pode estrear antes de 2015 porque a FAA (agência americana de aviação) precisa regulamentar os drones civis. E mesmo assim, o PrimeAir provavelmente vai demorar mais alguns anos: na entrevista, ele estima que o serviço vai chegar aos EUA daqui a quatro ou cinco anos.

Dave Clark, vice-presidente da Amazon, disse no programa: “Qualquer coisa que você queira na Terra, você vai receber da gente. Eu acredito que estamos indo para essa direção.” E os drones seriam definitivamente um passo rumo a essa filosofia de “qualquer coisa, em qualquer lugar, a qualquer hora”.

Bezos garante ao 60 Minutes que esta não é só uma ideia maluca: “isso vai funcionar, vai acontecer, e vai ser muito divertido”. Assim esperamos, Jeff. Saiba mais aqui: [Amazon PrimeAir via 60 Minutes]