Neste dia em 2008 executivos do Google subiram ao palco e anunciaram o muito especulado T-Mobile G1 (também conhecido como HTC Dream). Foi o primeir produto comercial a rodar o novo sistema operacional baseado em Linux chamado Android. Ele era ok.

Des Smith, um dos membros da equipe original de desenvolvimento do Android, compartilhou algumas das suas lembranças no Google+. As coisas eram bem diferentes naquela época.

Eu estava preocupado que 50 smartphones 3G pudessem derrubar a rede 3G da T-Mobile. Nós mudamos metade deles para Wi-Fi, testamos todos e empacotamos para a noite.

Estava tão animado que não consegui dormir – estávamos perto de mudar o mundo.

E eis como foi o anúncio que mudou o mundo:

O G1 em si não foi revolucionário, mas era promissor. O suficiente para parecer possível que o Android pudesse decolar e causar um impacto sério no mundo de dispositivos móveis. Com uma touchscreen capacitiva e um teclado físico e uma trackball, o G1 era uma demonstração de todos os truques bacanas que o Android 1.0 conseguia fazer, como email, Google Maps e navegação na web. Coisas excitantes.

Um bilhão de dispositivos ativados depois, o Android é completamente diferente – e muito mais maduro. Do seu humilde começo como um smartphone ok, o Android agora está também em câmeras, relógios e até geladeiras. E nada indica que sua expansão está perto de terminar.

Então parabéns pelos seus 5 anos, Android. Vamos ver o que os próximos 5 anos reservam para a plataforma. [Des Smith]