O Android 5.0 Lollipop está entre nós e embora você deva estar curtindo todas as novidades bacanas dessa versão, talvez esteja um pouco frustrado com o estado em que ele deixou seu smartphone. Fizemos uma compilação dos problemas mais comuns no Lollipop até agora, juntos com as soluções para fazer seu dispositivo voltar a rodar suave.

Problemas com Wi-Fi

É quase tão certo como a noite que procede ao dia: toda atualização de sistema operacional leva a problemas de Wi-Fi para algumas pessoas. Algumas têm relatado quedas na conexão, enquanto outras sequer conseguem ficar online. Dispositivos como Nexus 5 e Nexus 10 parecem ser as maiores vítimas aqui. Em alguns casos, são bugs conhecidos dentro do Lollipop e o que resta é esperar os engenheiros do Google corrigi-los e liberarem uma atualização de software, mas existem alguns macetes que podem ser feitos nesse meio tempo.

Bugs no Wi-Fi do Lollipop

Fazer o seu smartphone ou tablet esquecer a rede (aperte e segure ela na lista de redes Wi-Fi) e então reconectar nela funcionou para alguns. O velho e confiável reset de fábrica, para outros, mas isso traz de carona um bocado de trabalho. Você também pode tentar desinstalar alguns app – um grupo de usuários relatam que os problemas com Wi-Fi desapareceram depois que certos apps de terceiros, com incompatibilidades, foram removidos. Se você tem algum nesse estado, ainda não atualizado para o Lollipop, talvez ele seja a raiz do problema.

Frequência do canal do Wi-Fi no Lollipop

Reiniciar os dispositivos e o roteador é outra ideia válida que você pode tentar – embora eu acredite que você já tenha feito isso. Também ouvimos que alterar o canal do Wi-Fi pode melhorar o desempenho: fica dentro da opção Avançado, na tela de menu do Wi-Fi, ou você pode ajustar as configurações de canais diretamente no seu roteador.

Problemas com bateria

Alguns rumores atribuem o atraso na liberação do Lollipop a problemas de bateria e, aparentemente, mesmo com o tempo extra o Google não conseguiu eliminar todos os bugs nesse setor. Baseado no que temos visto em fóruns e redes sociais, problemas de autonomia estão sendo até mais comuns que os de Wi-Fi. O mais bizarro é que, se está tudo funcionando direito, a bateria deveria durar mais com o Android 5.0…

Bateria no Lollipop

Nosso amigo reset para as configurações de fábrica tem sido apontado como útil por vários usuários e, novamente, existe o problema de apps antigos não adaptados ainda ao Lollipop. Um deles pode estar conflitando com o novo código do sistema e consumindo bateria à toa, então talvez valha a pena mergulhar na sua gaveta de apps e remover alguns que não foram atualizados recentemente. Lembre-se que dá para ver quais apps estão gastando bateria em excesso em Bateria, dentro das configurações.

Consumo de bateria no Lollipop

Se estiver com tempo disponível, pode tentar ver o que está errado através de uma abordagem tentativa-e-erro. Ligue e desligue opções como Bluetooth e Wi-Fi, desinstale apps específicos e monitore o que muda. Apesar de poder funcionar, é um trabalho tedioso e que não deveria ocupar suas horas de lazer. O Google, aliás, liberou uma atualização com foco em corrigir problemas de autonomia no começo do mês, então certifique-se de que seu sistema está atualizado. Se mesmo assim você continuar lidando com problemas, o que resta a fazer é relatar o caso ao Google e esperar a empresa tomar alguma atitude.

Lentidão e travadas

Se o seu smartphone ou tablet está se arrastando ou travando aleatoriamente, existe um número de possíveis causas e soluções. Com o risco de soar repetitivo, vale mencionar novamente o reset às configurações de fábrica para tirar as teias de aranha e dar ao seu dispositivo a chance de recomeçar do zero. Um simples desligar-e-ligar também é capaz de fazer maravilhas, embora seja bem provável que você já tenha tentado isso.

Desinstalar app

Se algum app apresentar sinais de instabilidade, então o óbvio passo seguinte é desinstalá-lo ou procurar por uma atualização. Vá ao site do desenvolvedor e veja se algum bug foi relatado por outros usuários ou pelo time de desenvolvimento. Como em qualquer atualização de sistema, é possível que certos apps não consigam lidar muito bem com o novo estilo de vida do Lollipop e, em vez de se recolher discretamente até que uma atualização o reconcilie com o sistema, o app faz aquela bagunça e atrapalha todo mundo.

Configurações do Lollipop

Parece que desativar alguns mimos que vêm com o Android (Google Now, suporte ao “Ok Google”, wallpapers animados etc) pode melhorar a situação e isso permitirá a você pelo menos usar decentemente o dispositivo enquanto espera por uma nova atualização. Se não for o caso e ele estiver imprestável, voltar ao KitKat temporariamente é uma opção a ser considerada.

Execução de vídeo

Um dos problemas mais específicos que pipocaram em fóruns foi um na execução de vídeos com a versão Wi-Fi do Nexus 7 2013. Os usuários relatam que o Lollipop perde o rumo e não consegue encontrar o software de rodar vídeos quando eles querem assistir a qualquer coisa. Não é, nem de longe, uma situação normal para um tablet moderno. Limpar o cache de um dos apps afetados (o YouTube, por exemplo) tem ajudado algumas pessoas a restaurar essa funcionalidade. Você pode fazer isso na aba Apps, dentro das configurações.

YouTube

Outros usuários tiveram sucesso ao habilitar ou desabilitar o NuPlayer na página de opções do desenvolvedor – parece ser uma nova camada experimental de execução introduzida no Lollipop. Vá até Sobre o telefone, nas configurações, e toque no número da build sete vezes para ativar a referida tela. Tente mexer no NuPlayer ali. Se estiver ativado, desative (e vice-versa), reiniciando o dispositivo em cada uma das vezes. Não soa como algo incrível que fará a diferença, mas é o que se tem por agora.

NuPlayer

Fora isso, você pode recorrer ao reset às configurações de fábrica. Isso removerá todos os arquivos temporários (e os não temporários também!) e deve ser o suficiente para restaurar o bom funcionamento dos vídeos. Mas como é um problema bastante alardeado, é bem provável que o Google esteja trabalhando em uma correção, então talvez seja uma boa esperar.

Esses são as principais broncas de quem já está usando a última versão do Android, colhidas em incursões a fóruns de suporte e redes sociais. Elas não são as únicas, porém. Se você está tendo dificuldades, a melhor pedida é detalhar bem o que aflige seu dispositivo num buscador e procurar outros usuários sofrendo do mesmo – e correções em potencial. Também é possível recorrer direto ao Google, mas não espere uma resposta rápida, ou mesmo uma resposta direta. Agradecimentos ao PC AdvisorGoogle GroupsAndroid HeadlinesAndroid Police e AndroidPit por alguns dos bugs e correções listados nesse post.