Confirmando rumores, o Google apresentou hoje a Android TV: é uma nova plataforma para TVs, que tenta deixar para trás o fracasso da Google TV. É uma nova interface de usuário, mas com o mesmo SDK do Android tradicional.

A Android TV é uma interface que oferece uma visão unificada dos canais. Você pode, por exemplo, usar busca por voz para procurar atrizes ou programas – isso usa os poderes da busca do Google, que você já conhece. A busca por voz parece ser tão ágil quanto na Amazon Fire TV, mas vamos esperar para ver como isso funciona na vida real.

783878185959373862

Barras horizontais de cards recomendam conteúdo, apps, jogos e mais. A interface é animada e parece bem rápida, como esperamos das buscas do Google.

Você tem um controle remoto, mas não precisa usar ele, necessariamente. Se perdê-lo — e, convenhamos, é bem fácil perder controles — basta usar seu relógio de pulso com Android Wear.

t40yovgwjadmkgmgalhp

Você também tem acesso a jogos da Google Play, e pode jogá-los na sua TV.

sp8jrmrgepzztdhgtbpj

A Android TV também tem suporte a Google Cast, então você pode usá-la da mesma forma que o Chromecast: envie conteúdo diretamente de um smartphone, tablet ou PC tocando (ou clicando) em um botão na tela.

krqfcejjwlnnac9fa2nt

A plataforma Android TV rodará em TVs, set-top boxes, dispositivos de streaming e consoles. Em 2015, ela virá embutida em TVs da Sony, Sharp, TPVision e Phillips; Razer e Asus planejam criar set-top boxes com o sistema, para você não ter que comprar uma TV nova.

Mesmo que a Android TV seja diferente e, aparentemente, melhor que a antiga Google TV, e mais integrada ao Android, é estranho que o Google tente mais uma vez dominar o mundo das TVs. Vamos esperar para ver de perto para saber se, dessa vez, o pessoal de lá acertou.

Atualizado às 17h21