O Google acaba de anunciar o novo projeto Android Wear: uma variação do robozinho feita especificamente para dispositivos vestíveis, em especial os relógios de pulso inteligentes. A empresa diz ter feito parceria com algumas das maiores fabricantes de hardware para lançar smartwatches com Android ainda este ano.

De acordo com o anúncio oficial, o Google está trabalhando no projeto com Asus, HTC, LG, Motorola e Samsung, mais as fabricantes de chips Broadcom, Imagination, Intel, Mediatek e Qualcomm. E será que veremos um relógio do próprio Google?

Segundo o Google, veremos relógios rodando Android Wear ainda este ano. As especificações do sistema pedem que o dispositivo seja ativado por voz e forneça notificações de relance – como um Google Now no seu pulso.

Moto360 motorola android wear

Dois modelos já foram anunciados. O Moto 360 responde ao comando “Ok Google”, possui tela redonda e é feito com “materiais premium”. Ele estará disponível globalmente no terceiro trimestre, começando nos EUA.

E o LG G Watch terá as mesmas funcionalidades, mas com uma tela quadrada; e aparentemente será mais barato, por ser uma “baixa barreira à entrada” para desenvolvedores. Ele será lançado no segundo trimestre. Nenhuma das empresas menciona especificações, nem preço.

LG G Watch

Dada a recente mania de smartwatches, era apenas questão de tempo até que o Google assumisse o comando, especialmente tendo em conta que a Samsung deixou o Android de lado em sua mais nova linha Gear de smartwatches, optando por utilizar seu próprio Tizen OS.

É bom que a empresa tenha levado algum tempo para mostrar a plataforma; afinal, é difícil acertar no software de relógios de pulso inteligentes. Por enquanto, há uma prévia do novo sistema operacional para desenvolvedores, que os orienta a ajustar suas notificações para a nova plataforma do Google.

Esperamos por mais detalhes sobre o Android Wear no evento Google I/O, que ocorre no final de junho. [Google]