Atingimos oficialmente o ápice do termo “gamification”: só é um jogo de verdade se você ganhar ou perder moedas durante o jogo da vida. É isso que o GymPact faz — um aplicativo que obriga o usuário a fazer exercícios físicos mexendo no bolso do cidadão. Ficou meia hora na academia todo dia? Merece uns trocados. Faltou na cara de pau? Pode ir passando o dinheiro pra cá.

Como o nome diz, o usuário faz um pacto de exercícios: cria-se uma rotina, que precisa ser seguida. O usuário só pode se cadastrar fornecendo um cartão de crédito, e o GPS é usado o tempo todo para saber se você realmente está na academia. Se você falta a aula, o aplicativo tira US$10 de sua conta e coloca no “bolo”. É desse bolo — o bolo dos perdedores, aqueles que não foram à academia e ainda perderam o troco — que também sai o pagamento caso o pacto seja mantido. Os pactos são feitos semanalmente — bom para aqueles com ritmos bem inconstantes.

O mais maluco é que o GymPact surgiu a partir de aulas de economia comportamental que seus cofundadores, Yifan Zhang e Geoff Oberhofer, tiveram em Harvard. Segundo os criadores, a taxa de sucesso de manutenção de pactos é de 90%. Ele ainda está disponível apenas para iOS, mas há a promessa de um webapp em HTML5 para outras plataformas. E você? Encararia uma academia tocando A-ha se seu dinheiro estivesse em risco? [TechCrunch via The Verge]