As classificações começam a ser adicionadas na próxima semana. A partir daí, os desenvolvedores que colocarem novos apps no Marketplace serão obrigados a colocar a classificação recomendada – os aplicativos já existentes serão modificados gradualmente. As opções são Todos, Pré-Adolescentes, Adolescentes e Adultos (essa última seria desnecessária na App Store da Apple). Esperamos que o Google também tenha um olhar crítico e seja capaz de simplesmente não recomendar um aplicativo para nenhuma idade, por questões lógicas – sim, Folha, estamos olhando para você.

Pelo post no blog do Android, assinado por Eric Chu, é possível sentir que eles realmente estão tentando fazer alguma coisa para organizar os apps e atrair mais desenvolvedores – e afastar as críticas cada vez mais comuns, claro. Não esperem uma revolução na construção do Marketplace por causa dessa sutil mudança, mas é bom saber que o Google começa a perceber que os termos loja e anarquia não combinam muito bem, por questões ideológicas. [Android Developers via IDG]