O presente de Natal que a Apple decidiu dar ao Brasil chegou atrasado, apenas no dia 4 de janeiro: um reajuste de preços que chama a atenção em um ou outro modelo. Por exemplo, o modelo básico do Mac Mini recebeu um corte de 700 reais, enquanto o iMac inicial teve o preço reduzido em 20%. Mas antes de comemorar e sair gastando, saiba que algumas máquinas tiveram reajustes para o outro lado também.

O Mac Mini, que após ganhar uma saída HDMI virou sinônimo de HTPC de primeira linha, é a máquina que merece destaque no corte: antes custando R$2.699, valor bem acima dos concorrentes, a versão inicial do aparelho (Core 2 Duo de 2,4 GHz, 2GB de memória e 320GB de HD) agora sai por R$1.999. Como a versão americana custa U$699, ele é um dos primeiros aparelhos da Apple no Brasil que custam menos de 3 vezes em comparação com os EUA – e ainda dá para parcelar em 12x por aqui.

O iMac mais básico, com Core i3, 4GB de memória e 500GB de HD, é outro que recebeu um corte digno de nota. Antes por R$4.999, a máquina custa agora R$3.999 – mas já era possível encontrar esse preço para o mesmo modelo em lojas online brasileiras. Já o MacBook Pro MacBook branco de 13” recebeu um sutil corte de 100 reais – de R$3.199 por R$3099.

Mas nem tudo são flores nessa mudança da maçã. Além de não mexer no preço dos iMacs mais potentes ou do Mac Mini mais caro, a Apple aumentou o preço dos MacBook Pros de 15” e 17” – em média, um aumento de 5%, mas que varia de 300 a 400 reais. Ou seja, tirando um pouco daqui, colocando ali e acolá, a Apple continua na empreitada de ter modelos de entrada “mais baratos”, como já comentamos por aqui. [Apple Store via Macworld]