Uma matéria recente do Guardian relata a fúria de alguns usuários sobre um misterioso “erro 53” que começa a aparecer em iPhones reparados em assistências não autorizadas. O jornal britânico cita especialistas (sem mencionar o nome deles) dizendo que este erro fará com que o iPhone pare de funcionar.

Vamos com um pouco mais de calma, pois não é o erro 53 que transforma o iPhone em um peso de papel. Ele é apenas um sintoma de uma ação prévia, um recurso de segurança funcionando exatamente como a Apple quer — que, mesmo assim, inutiliza o smartphone. O erro tem relação com o uso de peças de terceiros para manutenção do smartphone e a um recurso de checagem implementado pela empresa da maçã no iOS.

O sensor Touch ID (presente nos iPhones 5s, 6 e 6s) é intimamente conectado ao dispositivo iOS do qual faz parte. Dessa forma, um ladrão não consegue pegar seu telefone ou tablet, roubar o sensor e ter acesso a todos os cartões de crédito ligados ao Apple Pay.

Empresas especializadas em reparar dispositivos iOS, como a iCracked, estão cientes deste recurso e vão mudar a forma como operam o sensor. Em casos em que o vidro frontal é quebrado, as companhias passarão a mover todo o conjunto relacionado ao TouchID para uma face nova, mantendo o funcionamento correto do smartphone.

A Apple confirmou ao Gizmodo que este é um recurso do iOS, e não um erro misterioso para punir quem leva o smartphone para assistências técnicas não autorizadas.

Da Apple:

Nós levamos muito a sério a segurança de nossos consumidores e o erro 53 é resultado do controle de cerificação de segurança feito para proteger donos de dispositivos da marca. O iOS checa se o sensor Touch ID em seu iPhone ou iPad bate com outros componentes do seu dispositivo. Se o iOS achar alguma incompatibilidade, o Touch ID e o uso do Apple Pay são desativados. A medida de segurança é necessária para proteger seu dispositivo e previnir o uso fraudulento do sensor Touch ID. Se um consumidor encontrar o erro 53, nós o encorajamos a entrar em contato com o suporte da Apple.

Apesar de a Apple ter citado a desativação de recursos ligados ao Touch ID, há vários relatos de pessoas que tiveram o smartphone inutilizado após o erro ter aparecido.

A melhor aposta para manter seu telefone seguro ao levá-lo para manutenção? Certifique-se de que o cara que vai arrumar sabe o que está fazendo.