Eis o cenário: Shrestha estava numa boa em em trem, quando os 40 ladrões invadiram o transporte, gritando, pulando e roubando joias, dinheiro e celulares. Tudo isso a base de armas de fogo, facas e espadas – sim, espadas. Nesse meio tempo, Shrestha continuou quieto, na dele, possivelmente lendo seu jornal e fazendo cara de durão. Mas quando os bandidos começaram a arrancar a roupa da menina que estava sentada ao lado de nosso herói e pretendiam estuprá-la na frente de seus pais, a ação começou.

Shrestha sacou uma Kukri, faca com serras típica do Nepal e que pode ter até 38 centímetros, e começou a lutar loucamente contra os vilões. Papo vai, papo vem, resultado final do combate:

Bandidos mortos: 3
Bandidos feridos: 8
Bandidos fujões: 29
Bishnu Shrestha: ferimento grave na mão esquerda

É isso aí, meus amigos. O soldados de 35 anos pegou um, pegou geral, arrebentou um bando de ladrõezinhos safados e provou que no Nepal o bicho pega. Ele ganhou um prêmio de honra por sua coragem. E nós ficamos no aguardo da versão cinematográfica do ocorrido – ou pelo menos das câmeras do circuito interno do trem. Essa história merece ser eternizada. Agora é com vocês: quem conseguir não falar de Chuck Norris nos comentários ganha um picolé. [Geekologie]