Se você quer um laptop com uma performance gráfica aceitável e uma duração de bateria minimamente decente, você – basicamente – precisa de algum equipamento que tenha a dobradinha Intel e Nvidia. Mas parece que finalmente teremos uma alternativa: o AMD Llano, uma "APU" (Aplication Processor Unit) que combina processador e unidade de processamento gráfico (CPU+GPU).

Apesar do nome "Aplication Processor Unit" parecer mais um golpe de marketing, o Llano realmente tem características únicas: ele integra quatro núcleos de processamento e uma unidade de processamento gráfico compatível com DirectX 11. Em termos mais simples isso significa que a AMD criou um sistema completo em um chip, voltado para alguns dispositivos portáteis. Em termos ainda mais simples: eles enfiaram o processador e a unidade de vídeo de um laptop num único chip, o que economiza energia e espaço.

Ainda não há muitas informações sobre o Llano, mas algumas coisas nós já sabemos. Exemplo: o controle de energia é novo e monitora o processador digitalmente (ao contrário dos processadores normais que usam diodos para detectar alterações de temperatura).

A capacidade gráfica ainda é um mistério, mas de qualquer forma não vai precisar ser nenhuma maravilha para superar os processadores gráficos integrados da Intel. Como o Ars Technica afirma, esse pode ser o primeiro produto da união entre AMD e ATI, e talvez um retorno da ATI ao mercado.

Mas vale lembrar que esses processadores não devem ser lançados até 2011, um período muito longo, e até lá muita coisa pode mudar. [Ars Technica]