E assim conclui-se nossa celebração do aniversário de Charles Darwin. Retomaremos a festa daqui a 100 anos, se gatos não tiverem desenvolvido olhos e/ou patas com lasers, a destruir-nos todos.