A Argentina planeja erguer uma nova torre à beira-rio em Buenos Aires, e abriu concorrência para escolher o melhor projeto. Esta semana, a presidente Cristina Kirchner postou no Facebook o design vencedor: ele tem as cores branca e azul celeste da bandeira argentina, e parece um quarter pipe.

Os arquitetos foram criativos para responder à tarefa de construir uma estrutura para diversos propósitos ao mesmo tempo. A torre de 335 m terá muitos estúdios para abrigar a indústria de entretenimento da Argentina, e também será um condomínio e incluirá um hotel no topo.



Além disso, na parte em que as paredes de vidro se curvam até ficarem paralelas ao chão, haverá um estádio de futebol com capacidade para 15.000 pessoas, com o formato das Ilhas Malvinas. O edifício lembra a letra A, por ser um polo audiovisual e estar na Argentina.

O edifício da construtora Riva custará o equivalente a quase R$ 700 milhões, e promete estar pronto até 2019.

edificio mais alto argentina 2

Caso este arranha-céu se torne realidade – a economia da Argentina não anda lá essas coisas – ele não será apenas o edifício mais alto do país: será o mais alto de toda a América Latina, superando o Costanera Center a ser concluído em Santiago, Chile, que tem uma altura de 300 m.

No Brasil, o edifício mais alto foi por décadas o Mirante do Vale, em São Paulo, com 170 m. Mas em agosto, foi inaugurado o Millennium Palace em Balneário Camboriú (SC), que tem 174 m segundo informações não-oficiais.

De qualquer forma, ele deve logo ser desbancado por outros dois edifícios em construção: o Tour Geneve em João Pessoa (PB), com 182 m de altura, que deve ser concluído em 2016; e o Infinity Coast em Balneário Camboriú, com 240 m de altura, a ser finalizado em 2018. [Facebook]