O Boing Boing encontrou esta fascinante visão do futuro dos helicópteros de uma edição de 1951 da Mechanics Illustrated. Tudo o que estas belezinhas precisavam para operar eram um assento, um pequeno motor e, naturalmente, um pênis.

Mas, sinceramente, dá pra esperar algo diferente daquela época? Veja só a Betty e o pequeno Tim se despedirem com afeto de Papai. O dia dele mal está começando enquanto ele levanta vôo, vestido em seu melhor traje de vôo com capacete combinando. No entanto, Betty está mostrando por demais da sua perna, se é que você me entende.



Ao fundo, o Carteiro Jim larga um pacote para Missy, que o separará e certificará que todas as cartas e contas estejam dispostas exatamente no lugar certo para o marido Bob quando ele chegar em casa.

Eis o resumo do artigo original, que fede a vultosas declarações de seguro de vida e assuntos de segurança (não é por menos que a esposa está toda sorridente):

“O terceiro modelo corrigiu alguns dos problemas mencionados acima. O motor agora é posicionado sob o assento, diretamente debaixo do centro de gravidade. Isto aquece o piloto no ar frio e melhora o equilíbrio da máquina. O modelo presente está sendo testado. No entanto, ainda paira uma sensação de insegurança – andar em uma cadeira giratória voadora sem nenhum meio de apoio. A Pentecost e seus associados estão perfeitamente cientes desta reação natural e planejaram uma cápsula à prova das intempéries climáticas para a máquina”.

 

[Modern Mechanix via Boing Boing]