É 2016, você está cheio de esperança e acredita que estamos todos mais velhos e sábios do que no ano passado. Mas, ao ler a lista das senhas mais populares de 2015, você irá sacudir a cabeça, resmungar alguns nomes impublicáveis e chegar à conclusão de que não, nós continuamos sendo completos imbecis.

Todo ano, a SplashData compila uma lista de milhões de senhas roubadas que se tornaram públicas nos últimos 12 meses e, então, organiza tudo por ordem de popularidade. Os resultados deste ano, baseados em um total de mais de 2 milhões de senhas vazadas, não são a lista de caracteres alfanuméricos aleatórios que você deve estar esperando. Na verdade, eles são uma boa lição de como não escolher uma senha.

Sim, “123456” e “password” continuam incrivelmente frequentes.

Mas vamos lá, sem blá-blá-blá. Eis a lista, direto da SplashData. Preparem-se.

1. 123456 (mesma posição)

2. password (mesma posição)

3. 12345678 (subiu 1)

4. qwerty (subiu 1)

5. 12345 (caiu 2)

6. 123456789 (mesma posição)

7. football (subiu 3)

8. 1234 (caiu 1)

9. 1234567 (subiu 2)

10. baseball (caiu 2)

11. welcome (nova)

12. 1234567890 (nova)

13. abc123 (subiu 1)

14. 111111 (subiu 1)

15. 1qaz2wsx (nova)

16. dragon (caiu 7)

17. master (subiu 2)

18. monkey (caiu 6)

19. letmein (caiu 6)

20. login (nova)

21. princess (nova)

22. qwertyuiop (nova)

23. solo (nova)

24. passw0rd (nova)

25. starwars (nova)

Há algumas tendências interessantes, se você conseguir superar a estupidez e encarar as senhas mais objetivamente. Combinações baseadas em esportes continuam populares, com “football” e “baseball” em posições bem altas, e também há as inspiradas por certo filme que estreou no fim do ano, com “starwars” e “solo” aparecendo na lista.

Também é bom ver o retorno de “princess”, que saiu da lista do ano passado mas retornou, possivelmente também por causa de Star Wars. Além disso, novas senhas — incluindo “welcome”, “login” e “passw0rd” — são tão hackeáveis quanto as outras, mas bem mais bobas e divertidas.

Você também pode ver as listas de 2013 e 2014 — quer dizer, se seu ódio contra a humanidade e contra a internet neste momento permitir que você faça isso.

Bem, agora é a hora de dar algum conselho sobre como criar uma senha forte. Parece que é preciso falar o básico: vamos parar de ser idiotas, por favor?

Imagem: Shutterstock/kpatyhka