Del.icio.us passou por maus bocados recentemente, quase foi descontinuado, mas no fim vai apenas ser vendido. Os bookmarks de quem usa o serviço estão, teoricamente, a salvo, mas quem sabe esta não seja uma oportunidade para procurar um serviço similar, mas um pouco mais confiável? Se você está interessado em saltar fora deste barco e levar seus bookmarks com você, damos três boas alternativas a seguir.

Melhor em geral: Pinboard

O Pinboard não faz rodeios. O seu objetivo é ser um serviço de bookmarks sociais simples, com tags. A interface é ainda mais ausente do que no Delicious. Se você quiser saber como ele se compara ao Delicious, há uma página honesta sobre isso – e outra sobre quais recursos esperar para o futuro do Pinboard.

A maior barreira é que o Pinboard cobra pelo serviço. Atualmente é uma taxa única de US$ 9.03, e esta taxa aumenta na proporção do número de usuários, então, quanto antes você entrar, menos vai pagar. E depois de entrar, terá um monte de bons recursos superiores aos do Delicious, como desencurtamento automático de links, salvamento automático de tudo que você colocar no Instapaper ou no Read It Later, arquivamento dos seus links e favoritos no Twitter, tags privadas que só você pode ver e edição em massa melhorada. Por US$ 25 anunais, o Pinboard ainda guardará uma cópia completa de cada página que você favoritar, possibilitando ver as páginas mesmo que os sites saiam do ar, além do poder pesquisar dentro do texto delas. Há um bom número de extensões e plugins de terceiros para o Pinboard, para vários navegadores.

Além disso, o Pinboard oferece uma seção completa com tutoriais, incluindo como exportar e importar os seus links do Delicious.

A melhor opção para ir além dos bookmarks: Diigo

Diigo V5: Collect and Highlight, Then Remember! from diigobuzz on Vimeo.

O Diigo é um pouco mais expansivo que o Delicious. Apesar de oferecer um serviço de bookmarking como o do Delicious e de importar diretamente os seus dados dele, ele não para por aí. O Diigo traz um monte de ferramentas a tiracolo, incluindo extensões de navegadores e bookmarklets, além de clientes para Android, iPhone e iPad que permitem salvar anotações para leitura offline em alguns casos.

Além do serviço básico de favoritar, o Diigo tem uma ferramenta de destaque de texto em múltiplas cores para ajudar em pesquisas na internet, e arquivamento de qualquer página favoritada. Há muitos modos de colaborar com um grupo em anotações e favoritos, e as configurações de privacidade são bastante granulares, como no Delicious: você configura quais favoritos são público ou privados individualmente, ao salvá-los.

Esta detalhada tabela mostra o custo do Diigo nos planos básico, premium e educativo. Eles também oferecem algumas explicações básicas sobre importação, mas o site How-To Geek fez um ótimo passo a passo para quem está se mudando do Delicious.

As opções de captura universal: SpringPad e Evernote

Ambos os serviços querem ser mais do que um catálogo social de favoritos, mas eles também fazem este serviço bastante bem. Com a debandada dos usuários do Delicious, ambos também estão atraindo muitos deles, apesar de nenhum deles servir para os usuários mais avançados do Delicious:

* O Evernote consegue importar os seus bookmarks, mas sem as tags.
* O SpringPad preparou uma ferramenta especial de importação para os usuários do Delicious.

Apenas note que estes serviços não foram projetados para esta utilização. Eles são pensados para uma utilização mais ampla, para guardar de tudo, e aí um simples favorito pode ficar perdido em um mar de outras coisas, como ideias de presente, gravações de áudio, fotos etc. Mas eles podem, sim, receber seus bookmarks, se você estiver procurando um lugar novo onde jogá-los, e também têm tags.

Backup simples (sem tags): Xmarks e Mozilla Sync

Como detalhamos neste post, é bem fácil exportar os favoritos do seu Delicious para o seu navegador. Eles chegam sem tags, infelizmente, e ficam armazenados localmente – a não ser que o seu navegador sincronize favoritos, como o Google Chrome. A partir daí você pode fazer back-up deles em algum serviço de armazenamento em nuvem. Para isso, apenas instale o Xmarks no seu navegador, seja ele qual for, ou o Mozilla Sync se você estiver no Firefox. Ambos os serviços oferecem meios de sincronizar os seus favoritos com o seu próprio servidor (falamos sobre isso no contexto do Xmarks aqui).

Estes são os serviços que consideramos mais amigáveis para os seus favoritos do serviço azul e branco. Se você sabe de algum outro, ou decidiu não abandonar o barco do Delicious, converse com a gente pelos comentários.