Boas novas, pessoal! Pelo jeito detectamos a primeira exolua fora de um sistema solar. Ela orbita um planeta gasoso a 1.800 anos-luz de distância da Terra, e tem a metade do tamanho do nosso planeta – assim como Yavin IV, de onde a Aliança Rebelde lançou seu ataque contra a Estrela da Morte. É uma lua bem estranha também.

Aparentemente ela orbita a cerca de 20 milhões de quilômetros do planeta gasoso, o que é bem surpreendente. Em comparação, a nossa Lua está a 384.400km da Terra. Ganímedes – o maior satélite do sistema solar, que tem apenas uma fração da massa da Terra – orbita a 1.070.000 km de Júpiter. A distância é comparável a S/2003 J 23, que orbita a 24.060.000 km do planeta joviano. Esse último satélite, no entanto, é apenas uma rocha de quatro quilômetros de largura, não é exatamente uma lua de verdade, muito menos uma estação espacial.

De acordo com um artigo chamado “Uma lua com massa inferior à da Terra orbitando um planeta gasoso ou um sistema planetário de alta velocidade no bojo galático”, essa talvez seja a melhor explicação para esse objeto. David Bennett, principal autor do artigo e pesquisador de astrofísica e cosmologia na Universidade de Notre Dame, escreveu que “os dados são bem encaixados neste modelo de exolua, mas um modelo alternativo de estrela + planeta também se encaixa nos dados. O argumento para ser uma exolua se apoia no fato do sistema ser relativamente próximo ao Sol.”

E tudo fica ainda mais estranho: aparentemente, tanto a lua quanto o planeta abandonaram a órbita da estrela onde os cientistas costumavam encontrá-los. Bennet acredita que a lua pode não ter iniciado sua vida como um satélite, e sim como outro pequeno planeta daquele sistema solar. Quando o planeta gasoso foi arremessado para fora do sistema, ele pode ter prendido o planeta menor no seu campo gravitacional, fazendo com que ele o acompanhasse na sua viagem interestelar.

Você consegue imaginar como seria isso? Em uma manhã você está tomando café e na seguinte Júpiter puxa a Terra para fora da sua órbita. Parece um bom início para um filme de sobrevivência apocalíptica.