Cultura

Atriz de “Bridgerton” acusa Netflix de falta de apoio durante surto psicótico

Atriz Ruby Barker, a Marina de "Bridgerton", disse que não teve apoio da Netflix e da produtora Shondaland durante crise
Imagem: Netflix/Reprodução

A atriz Ruby Barke, que interpretou a personagem Marina na série “Bridgerton”, disse que a Netflix e a produtora Shondaland não prestaram apoio à ela durante uma crise de saúde mental após a primeira temporada do seriado.

Em entrevista ao  LOAF Podcast (via Deadline), a atriz negra contou que estava internada antes do lançamento da primeira temporada, em 2020, devido a um surto psicótico. Ela acusou a Netflix de manter em segredo a condição devido a data de lançamento da série estar próxima.

“Durante as filmagens eu estava piorando. Foi um lugar realmente atormentador para mim, porque minha personagem estava muito alienada, muito condenada ao ostracismo, sozinha nessas circunstâncias horríveis… Nem uma única pessoa da Netflix, nem uma única pessoa de Shondaland, desde que tive dois surtos psicóticos naquela produção, entrou em contato comigo ou me enviou um e-mail para perguntar se estou bem ou se me beneficiaria de algum tipo de cuidados posteriores ou suporte. Ninguém.”

 Ruby Barker

Em “Bridgerton”, série adaptada da série de livros de Julia Quinn, Marina lidava com questões éticas em meio a um escândalo de gravidez.  Viver a personagem em meio aos problemas de saúde a fez fingir que estava bem, afirmou a atriz.

“Minha vida estava mudando drasticamente da noite para o dia e ainda não tinha nenhum apoio durante todo esse tempo. Eu estava tentando agir como se estivesse tudo bem para que eu pudesse trabalhar e que não fosse um problema. É quase como se eu tivesse uma arma invisível metafórica apontada para minha cabeça para vender esse programa, porque ele é alegre e divertido”, comentou.

Em maio de 2022,  por exemplo, a atriz de Bridgerton revelou que estava internada para cuidar da saúde mental. “Eu estava carregando o peso do mundo nas costas”, afirmou ela na época. Veja no vídeo.

Pedro Ezequiel

Pedro Ezequiel

Pedro Ezequiel é jornalista pela ECA - USP. Passou pela Rádio USP, Jornal da USP, UOL e DOC Films. Não dispensa café e podcast. É fã de "Moleque Atrevido" do Jorge Aragão.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas