Não contente com apenas um gigantesco projeto de infra-estrutura em andamento, a Austrália empenhou-se em equipar três das suas maiores cidades para o amplo uso de carros elétricos. Em termos de hardware, isto seria mais de 200 a 250 mil postos de reabastecimento em cada uma das cidades de Melbourne, Sydney e Brisbane, com outros 150 postos de trocas de baterias espalhados entre elas. O esforço custará 1 bilhão de dólares australianos, o que dá uns 667 milhões de dólares. Se isto não for ambicioso o suficiente pra você, pense nisto: isto deve estar funcionando em três anos.

Bom, dito isto, a maior parte destes ‘postos’ será apenas pequenas tomadas específicas ligadas à rede elétrica já existente nas casas, comércios e estacionamentos, e os postos de troca de baterias irão em essência trocar as suas baterias. Mas mesmo que esta tecnologia seja um tanto quanto trivial, o fato é que em breve uma enorme parte da população australiana terá uma infra-estrutura onipresente para carros elétricos.

O governo australiano está no momento incentivando fabricantes nacionais a atender à demanda antecipada por veículos elétricos, afinal, vejamos, eles devem ter só uns dois atualmente. No entanto, há um aspecto bastante suspeito neste plano: o governo está sugerindo contratos estilo os de celular como método para recarregar a energia do carro, o que me parece uma idéia praticamente tão boa quanto lançar Canguru Jack IV. [AP via Slashdot]