O Flickr, que foi uma das melhores redes sociais de 2000, começará a deletar um monte de fotos nesta terça-feira (5). Se você quer manter as fotos que você fez upload e talvez tenha esquecido delas por lá, agora é tempo de tomar uma atitude. Mas vê se não embaça muito.

Ao ser comprado por uma companhia chamada SmugMug no ano passado, o Flickr anunciou que todas as contas grátis teriam limite de 1.000 fotos. Você pode comprar uma licença Flickr Pro por US$ 50 por ano, mas, com tantas opções grátis e de baixo custo de armazenamento atualmente, fica até esquisito alguém querer pagar essa licença.

Infelizmente, não existe uma opção de um clique para baixar todas suas fotos do Flickr. Mas há algumas formas diferentes de baixar seu conjunto de fotos. Você pode baixar o rolo da câmera, que contém todas suas fotos, em lotes de 500 fotos. Ou você pode baixar álbuns, que contêm imagens ordenadas em grupos, em lotes de 5.000 fotos.

Como baixar as fotos do Flickr usando o rolo da câmera

1) Faça login no Flickr, coloque o mouse sobre “Minhas coisas” e clique em rolo de câmera.

2) Clique em “Selecionar todas” para cada data até você checar ao total de 500 fotos. Infelizmente, não tem uma forma de contar de forma automática.

3) Clique em “Baixar” na parte de baixo da tela.

4) Clique em “criar um arquivo zip”.

5) Quando seus arquivos estiverem prontos para serem baixados, eles estarão disponíveis na seção “FlickrMail”, que é acessível no ícone de sino no lado direito superior da tela.

6) Pode levar um tempo para as fotos serem disponibilizadas, dependendo do tamanho das imagens e de quantas você selecionou. Mas, assim que estiverem prontas, a única coisa que você deve fazer é clicar em “baixar arquivo zip”, e as imagens serão baixadas no disco rígido.

Como baixar suas imagens do Flickr usando álbuns

1) Faça login no Flickr e coloque o cursor sobre “Minhas coisas” e clique em álbuns.

2) Coloque o cursor sobre um álbum que você queira baixar e clique no botão “baixar”.

3) Clique para criar um “arquivo ZIP”.

4) Quando seus arquivos estiverem prontos para serem baixados, eles estarão disponíveis na seção do FlickrMail, acessível em um ícone de sino que fica no lado direito superior da tela.

5) Pode levar um tempo para as fotos estarem disponíveis para download. Tudo depende do tamanho das fotos e quantas compõem o álbum. Mas uma vez que tudo estiver pronto, basta clicar em “baixar o arquivo zip” e vai baixar as imagens no seu disco rígido.

Algo legal que o SmugMug fez foi manter as fotos compartilhadas sob a licença Creative Commons, mesmo se as contas tiverem mais de 1.000 fotos. Felizmente, isso significa que bibliotecas institucionais e contas de governos que oferecem imagens de domínio público não serão afetadas. Mas você não consegue tapear o sistema licenciando suas fotos agora. O prazo final para isso foi novembro de 2018.

No fim das contas, uma das melhores histórias sobre o Flickr foi feita pelo ex-jornalista do Gizmodo Mat Honan, em que ele relata a tragédia da falta de gerência da companhia. E se você, como eu, entrou no Flickr durante os anos 2000, antes de haver outras plataformas para armazenar fotos, é muito triste ver no que a rede se transformou. Mas é isso o que acaba acontecendo. É um grande lembrete de que nada na internet dura para sempre.

As pessoas costumam rir quando eu digo que locais como o Facebook estão perpetuamente a 18 meses de se tornarem uma cidade abandonada, mas acho que mais gente está começando a entender isso agora. Nenhum conteúdo está seguro a ponto de não ser apagado — talvez não totalmente, mas pelo menos deletado da esfera pública. É melhor começar a acreditar que o Facebook vai manter seus dados pelas próximas décadas só para, então, poder vendê-los para seus netos.