Steve Ballmer não apenas destruiu mais uma vez os rumores sobre um celular Zune, mas, em entrevista ao “Financial Times”, indicou um possível destino para a marca:

Perguntado se a Microsoft contra-atacaria com um “Zune Phone”, Ballmer disse: “Você não deve esperar por isso”. Ele adicionou que a empresa manteria sua estratégia de desenvolver software para suportar uma série de dispositivos móveis. Isso sugere que, se há um futuro para o Zune, está em implantar o software e o serviço online ligados ao tocador em outros dispositivos.



Ballmer acredita que software é o que a Microsoft faz de melhor, então eles precisam pôr software em quantos dispositivos de terceiros for possível, em vez de focar em seu próprio dispositivo de música dedicado, um mercado que ele pensa estar em declínio. [Financial Times via Alley Insider]