Após voar num avião de monitoramento por cima do Mar do Sul da China em fevereiro passado, o governo das Filipinas observou como a China estava construindo ilhas para reforçar sua reivindicação territorial (veja acima). Eles até suspeitaram que a China pretendia construir uma faixa militar aérea para se proteger. Pelo jeito estavam certos.

A BBC publicou uma longa reportagem sobre a fábrica de ilhas da China no meio da terceira hidrovia mais movimentada do mundo. Entre outros detalhes inquietantes, o artigo confirma os receios das Filipinas. “A China parece estar preparando a construção de uma base aérea com uma pista de concreto longa o suficiente para pouso e decolagem de caças.” Veja como supostamente essa pista será quando estiver pronta:

Divulgação

Não é uma informação nova, no entanto. Planos de uma empresa estatal para uma suposta base militar chinesa a ser construída próxima às Ilhas Spratly, no meio do Mar do Sul da China, surgiram há alguns meses. Até agora, no entanto, poucos jornalistas do ocidente puderam chegar perto da área em disputa para verificar se era realmente um projeto real ou algum tipo de sonho bobo.

O país construiu as ilhas para poder reivindicar a zona econômica exclusiva que as cerca em 200 milhas náuticas, conforme definido pela Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar. Isso significa que a China pode controlar uma grande parte do Mar do Sul da China, uma grande hidrovia da região. Não é coincidência que acredita-se que enormes depósitos de petróleo e gás natural estejam abaixo das Ilhas Spratly. A base aérea servirá para defender isso tudo.

Divulgação

Renderizações de várias áreas da ilha via CSSC

Claro, só porque parece que a China está construindo uma base não significa que ela vai começar a pousar caças por lá em um futuro próximo. É possível que a construção seja apenas para fazer barulho. Já há um punhado de ilhas construídas no Mar do Sul da China, então não é exatamente loucura que a China queira protegê-las – especialmente considerando o histórico beligerante com outros países que reivindicam a hidrovia, como as Filipinas.

Divulgação

Construções chinesas de uma nova ilha conforme vistas de um avião militar de monitoramento das Filipinas em 2013

Por que agora? Bem, a China claramente está reforçando sua posição na região, e os EUA estão de olho nisso. Construir uma base militar no meio do oceano é apenas uma forma de atingir o mesmo objetivo. [BBC, PhilStar, NYT]

Imagens via Philippine armed forces / China State Shipbuilding Corporation