Em uma recente entrevista à CNET, Bill Gates deixou escapulir a magnitude dos planos da Microsoft para a tecnologia por trás do Project Natal. Basicamente, não é apenas uma novidade para joguinhos — eles querem experimentá-la em todo lugar.

É assim que o executivo da Microsoft ainda favorito de todos (desculpaê, Ballmer!) vê a evolução tecnologia de detecção de movimentos por câmera:

[O conceito também funciona] para o consumo de mídia como um todo, e mesmo que eles conectem isso aos PCs com Windows para interação em termos de reuniões virtuais, colaboração e comunicação… Eu acredito que o potencial é tão grande quanto o de você em casa, querendo gerenciar seus filmes, música, coisas de gerenciamento doméstico, é bem legal.

Combinado com as suas declarações de que são especificamente os "caras do Windows" que estão agarrando a tecnologia, isso implica em algo como um Windows controlado por gestos, nem que seja algumas funções centrais — ou ao menos um Media Center. Ele não cita nada em específico, mas manipulação de vídeos, música e fotos por gestos não é muito difícil de imaginar.

E quanto aos usos no escritório?

…Eu acho que há um potencial incrível se você usar isso no escritório, conectado a um Windows PC. Os grupos de pesquisa e produto da Microsoft estão trabalhando bastante neste lado, porque dá pra ver a redução de custos que acontecerá a longo prazo na maior parte dos ambientes de escritório.

Então quer dizer que a melhor coisa sobre o Natal no ambiente de trabalho é "redução de custos"? Caras, eu quero no mínimo PowerPoints ativados por dança.

Nós provavelmente não demoraremos a ver detalhes mais carnudos sobre as ambições da Microsoft com controle por movimentos, mas mesmo com esse quase-nada de conhecimento, já dá para ver que eles estão levando a tecnologia a sério. Já estamos passando da hora de ver uma renovação completa do modo como interagimos com os computadores, e o fato da Microsoft estar ciente disso e fazendo alguma coisa é promissor. Eu acho. [CNET]