As poucas vezes que eu vou jogar boliche se resumem muito mais a beber um monte de cerveja e dar risada do que a procurar a técnica perfeita, mas eu ainda fiquei intrigado com essa "bola inteligente" do Royal Melbourne Institute of Technology. 

Desenvolvida pelo cientista esportivo Franz Fuss, a bola de boliche inteligente contém tubos de alumínio nos buracos dos dedos que registram a força aplicada pelo jogador a cada lance. Fuss pegou dez jogadores de diferentes níveis de habilidade e acompanhou as jogadas de cada um, medindo a força. 

O sistema simples concluiu que os melhores jogadores são consistentes em suas jogadas (oh, que surpresa), e que eles sempre seguram a bola com "muito mais força logo antes da soltura", o que faz com que a bola adquira muito mais velocidade (e mais pontuação) do que nas jogadas dos noobs. [New Scientist]