Eu achava que existia uma quantidade finita de engenharia que poderia ser empregada em uma bola de futebol, mas a Nike T90 mostrou que eu estava errado.

A nova bola foi criada para as três grandes ligas de futebol (Premier League da Inglaterra, La Liga da Espanha e a Serie A da Itália) e com certeza deve levar a menos jogos que terminam no zero-a-zero. Basicamente, a Nike expandiu o "sweet spot" — aquela área da bola que você chuta para dar maior velocidade e precisão — para cobrir toda a bola, usando uma construção de três camadas que leva a chutes mais longos, maior precisão e velocidade melhor. Eles até atualizaram a bola com um visual high-tech para deixá-la mais visível. Agora não vai dar mais pra dizer que os pernas-de-pau não pegam na "orelha" da bola. Se ao menos eu tivesse 140 dólares… [Nike via Crunchgear]