Ainda há muito a ser estudado sobre os buracos negros, mas uma das explicações mais difundidas é que eles são o resultado de estrelas que entraram em colapso. Isso significa que eles seriam formados por matéria comum, como átomos e outros elementos que constituem planetas e estrelas. No entanto, uma nova pesquisa agora sugere que eles também podem surgir da matéria escura.

Publicado no Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, o estudo teórico foi conduzido por uma equipe internacional de cientistas. Uma das principais questões em relação aos buracos negros supermassivos é como eles se formaram tão rápido no início do universo, já que acredita-se que eles tenham surgido cerca de 800 milhões de anos após o Big Bang.

Por isso, o objetivo do artigo recente foi investigar a possibilidade de haver núcleos de galáxias feitos de matéria escura, e cercados por rastros de matéria escura diluída, que poderiam se tornar tão concentrados a ponto de colapsarem e se transformarem em buracos negros supermassivos. Segundo os pesquisadores, esse tipo de formação teria acontecido de forma muito mais rápida que os mecanismos tradicionais. Assim, os buracos negros primordiais teriam surgido antes mesmo das galáxias que eles habitam.

Outra possível implicação da teoria sugerida pelos cientistas é que as galáxias anãs cercadas por matéria escura não poderiam ter um buraco negro em seu centro, já que não haveria massa suficiente para isso. Os pesquisadores acreditam que, no caso dessas galáxias menores, haveria um núcleo de matéria escura imitando as características gravitacionais de um buraco negro convencional e que a matéria escura ao redor da parte externa explicaria as curvas de rotação das galáxias, que é a velocidade de rotação em função da distância ao centro.

Assine a newsletter do Gizmodo

A equipe espera que estudos futuros possam explicar mais sobre a formação de buracos negros no início do universo, além de investigar se os centros de galáxias inativas, como a Via Láctea, podem hospedar esses núcleos densos de matéria escura.

[SciTechDaily]