Não é segredo que você não precisa gastar uma pequena fortuna em cabos HDMI para conectar as coisas do seu home theater. Isso não impede, porém, a Monster de cobrar algumas centenas de dólares pelos seus cabos, justificando o alto investimento com recursos como indicadores brilhantes de sinal.

A nova linha de cabos HDMI da empresa é certificada pela Fundação de Ciência em Imagem (ou ISF, na sigla original) para entregar “a máxima qualidade em áudio e vídeo”, mas em se tratando de um sinal digital, isso não significa muita coisa. O que se destaca nesses cabos HDMI (e explica o “smart” em seu nome) é um indicador LED simples que o permite saber se o cabo está enviando um sinal de vídeo normal, HD ou 4K. Em tese ele garante que você está recebendo a melhor qualidade de sinal, mas parece mais útil em configurações complexas onde ele tornaria mais fácil identificar qual é qual dentre múltiplos cabos HDMI.

Sendo um Monster de verdade, o novo cabo HDMI smart não é nada barato. Ele começa em US$ 60 pela versão ISF 750 com 1,80m, chegando a 14,3 Gb/s de velocidade de transferência. Depois, o preço vai subindo até US$ 350 pelo ISF 2000 de quase 23m, com taxas de até 21 Gb/s. Mas se você quiser ter a certeza de que terá o melhor que o seu home theater tem a oferecer, talvez seja uma boa ideia ficar com aquele cabo cinza sem marca de US$ 15 e gastar a diferença em outros equipamentos ou para aumentar a sua coleção de Blu-rays. [Monster via Chip Chick]