A Freightliner, empresa americana de caminhões, revelou o primeiro veículo grande e autônomo que tem permissão para rodar nas estradas de Nevada (EUA). Eis o que isso significa, e por que é importante.

Como funciona?

O caminhão Freightliner Inspiration usa tecnologias semelhantes às do carro autônomo do Google para dirigir sozinho.



Ele utiliza dois radares para monitorar seus arredores, e para reagir controlando sua velocidade e freios. Um deles tem alcance de 250 m; o outro, de 70 m.

Uma câmera com alcance de 100 m lê os sinais da pista para detectar a posição do veículo, controlar o volante e permanecer no centro da pista. Ela também consegue ler sinais de trânsito e semáforos por conta própria.

Freightliner Inspiration (2)

Além disso, o Inspiration pode andar em comboio de forma mais segura e econômica. A Freightliner diz que, quando dois caminhões andam juntos, eles se comunicam através de sinais de rádio, e assim mantêm velocidade e distância seguras.

Caso um dos caminhões pare, os outros recebem o comando para frearem também, segundos mais rápido que a reação de um motorista humano. Além disso, os veículos se reúnem para criar uma aerodinâmica que reduz a fricção com o ar, economizando cerca de 5% de combustível.

O Inspiration tem um interior bem confortável, e seu painel é uma tela de 12,3 polegadas. Há telas internas no caminhão para substituir espelhos externos.

Freightliner Inspiration (3)

Quando for guiado por um motorista, o caminhão terá luzes externas na cor branca. A tela avisa quando o modo autônomo estiver disponível, geralmente no meio da estrada:

Freightliner Inspiration (2)

Para alertar os outros motoristas, as luzes externas do caminhão ficam na cor azul quando ele estiver no modo autônomo. Nesse modo, ele chega a até 85 km/h.

Freightliner Inspiration (4)

A tecnologia “Highway Pilot” da Freightliner é basicamente uma evolução do que carros mais avançados possuem hoje em dia, como cruise control (que reage rápido a condições adversas na estrada) e sensores de estacionamento. A Freightliner é uma subsidiária da Daimler, dona da Mercedes-Benz e da Smart.

Este caminhão pode realmente dirigir por aí sem motorista?

Sim e não. O caminhão Freightliner Inspiration pede por controle humano quando necessário: para entrar em rodovias, trafegar por estradas locais e estacionar em armazéns. Se você estiver no meio da estrada, ele sugere ativar o modo autônomo, que monitora as condições da estrada e do trânsito.

A Freightliner diz que o sistema do Inspiration é responsável por “manter a velocidade permitida por lei, permanecendo na pista selecionada, mantendo uma distância de frenagem segura de outros veículos, e desacelerar ou frear o veículo com base nas condições de trânsito e da estrada”.

O Inspiration é um veículo autônomo de nível 3. A NHTSA (espécie de ANTT americana) tem vários níveis de autonomia veicular, que variam de 0 a 4:

  • nível 0: ausência de autonomia;
  • nível 1: autonomia em uma ou mais funções específicas (cruise control, por exemplo);
  • nível 2: autonomia em pelo menos duas funções primárias que agem em conjunto (cruise control com tecnologia para manter o veículo na pista, por exemplo);
  • nível 3: autonomia completa na maior parte do tempo, exigindo a presença de um motorista (o carro do Google em seu protótipo atual, por exemplo);
  • nível 4: autonomia completa, dispensando a necessidade de um motorista – basta apenas inserir o destino desejado, ou o caminho a seguir.

O caminhão Inspiration está registrado em Nevada, que exige da fabricante “uma apólice de seguro de US$ 5 milhões, ou um acordo formal de US$ 5 milhões, ou um depósito de US$ 5 milhões com o DMV [Detran americano] como prova de responsabilidade financeira e capacidade de cobrir eventuais dívidas por danos a pessoas e/ou bens”.

Por enquanto, apenas os estados americanos de Nevada, Califórnia, Flórida, Michigan e Washington DC têm regras para veículos autônomos.

Freightliner Inspiration e motorista

Por que tudo isso é importante?

Um caminhão autônomo pode tornar mais eficiente a distribuição de alimentos, gadgets e até gasolina. Nos EUA, cerca de 9,2 bilhões de toneladas são transportada por ano em caminhões – é 70% de toda a carga nacional.

O Brasil, por sua vez, leva 61% das cargas por transporte rodoviário, segundo a CNT (Confederação Nacional do Transporte); são 2,6 milhões de caminhões.

Veículos autônomos podem ser muito mais seguros que os pilotados por humanos. No Brasil, os caminhões estavam envolvidos em 21% dos acidentes com morte em 2010; a principal causa de acidentes nas rodovias federais é a falta de atenção – uma falha humana que caminhões como o Inspiration poderiam resolver.

Uma pesquisa recente aponta que, em média, os motoristas ficam 18 horas por dia no trânsito; há quem passe dias seguidos na estrada. 13% dos motoristas de caminhão usam rebites, drogas à base de anfetaminas para se manterem acordados durante longas jornadas.

Estou curioso, no entanto, para saber como os caminhões autônomos lidarão com emboscadas para roubos. No Brasil, houve 41 roubos de carga por dia em 2013, resultando em prejuízo de R$ 1 bilhão no ano, de acordo com a CNT. Isso sem mencionar a qualidade precária das nossas rodovias…

Quando veremos caminhões como estes na estrada?

Por enquanto, só existem dois Inspiration, e nenhum está à venda – ainda estamos na fase de testes. A Daimler acredita que esse tipo de caminhão será usado diariamente em apenas uma década, então é esperar para ver. Para saber mais: [Freightliner Inspiration via Jalopnik]

Freightliner Inspiration (5)

Imagens por Freightliner