Meus vizinhos são barulhentos, e talvez os seus também sejam. Infelizmente, não há soluções definitivas para afastar o ruído de pessoas falando, música alta e carros na rua – só alguns paliativos. A real solução é projetar a casa do zero para evitar esses sons indesejáveis – e foi isso que o arquiteto Paul Masi fez.

Sua casa fica em uma rua principal dos Hamptons, zona de luxo no estado de Nova York. Quando o New York Times foi visitá-la, o trânsito se estendia por quilômetros e havia filas e mais filas nas lojas, chegando a um “caos em nível Times Square”. No entanto, reinava o silêncio na casa de 300 m². Como?

Divulgação

É que Masi, dono do escritório de arquitetura Bates-Masi, projetou a casa pensando especialmente em sua acústica. O New York Times explica:

… Masi criou uma sequência de camadas nas paredes, começando com uma parede separada que circunda a parte externa da casa. Ela age como uma barreira para o som e coloca a casa em uma “sombra acústica”, diz Masi. Como material de construção, ele usou concreto armado, que ele revestiu com tábuas de cedro para que a casa se misture com a paisagem. (…)

E as paredes na sala de estar são revestidas com feltro cinza sobreposto por mais tábuas de cedro, em pares conectados por suportes de metal. O feltro ajuda a absorver o som quando a parede de vidro deslizante está fechada, e as tábuas são ajustáveis ​​e também removíveis…

A casa absorve o som através das paredes, mas não só: até as escadas desta casa de dois andares são feitas para minimizar ruídos. Os degraus vão ficando mais grossos à medida que descem para o porão, e mais finos à medida que rumam ao andar superior, o que muda a frequência do som dos seus passos.

Divulgação

Infelizmente, essa arquitetura de casa não é para todo mundo. Masi gastou US$ 2 milhões para construir sua casa em um terreno de 2.000 m², comprado por US$ 840.000 há dois anos. E o que nós, meros humanos, podemos fazer para atenuar o ruído? A Folha de S. Paulo reuniu algumas dicas:

  • caso o ruído venha da rua, pode-se instalar uma janela acústica com vidro duplo e com maior vedação ao fechar;
  • se não for possível mudar a fachada (caso de certos apartamentos), existem janelas antirruído que podem ser instaladas no interior do ambiente, sem quebrar a parede;
  • se o ruído vier do vizinho e for transmitido pelo ar – como gritos e voz alta – vale instalar o revestimento drywall nas paredes (se o vizinho estiver ao lado) ou no teto (se o vizinho estiver acima) – o material combina chapas de gesso acartonado com lã mineral;
  • caso o barulho do vizinho seja causado por impactos – como salto alto ou arrastar de móveis – não há muito que você possa fazer: ele precisa instalar um carpete ou manta flexível no piso para minimizar o ruído.

Infelizmente, essas soluções custam caro: a Folha estima que o isolamento acústico de um apartamento de 100 m² custaria R$ 27.500 em São Paulo. Para quem não consegue pagar tudo isso, o jeito é aguentar o ruído. [New York Times via Estadão via @HMartins]

Divulgação

Fotos por Bates Masi Architects