Celular esquentando demais: 6 maneiras de resolver o problema

Smartphone muito quente pode indicar problemas na bateria, nos apps e até no sistema operacional. Saiba como resolver
Celular esquentando demais: 6 maneiras de resolver o problema
Imagem: Unsplash/Canva/Reprodução

O seu celular anda esquentando? Mesmo que você more em uma região com um clima mais quente, é bom prestar atenção em alguns sinais. Eles podem indicar problemas mais sérios, incluindo a diminuição da vida útil da bateria e do aparelho.

Em geral, os chips dos smartphones são programados para suportarem altas temperaturas sem sofrer maiores avarias. Quando isso acontece, o próprio sistema limita algumas funções para permitir seu resfriamento — podendo até desligar sozinho em casos mais graves. Se isso tem acontecido com frequência, algumas medidas podem ajudar a resolvê-lo:

1. Deixe-o longe de fontes de calor

Essa é a primeira medida a se tomar quando algum eletrônico estiver esquentando demais. Se ele estiver em contato direto com a luz do Sol, coloque-o na sombra. Porém, não o deixe em locais abafados, como dentro de cobertas, no carro, na mochila ou na bolsa. Também jamais o deixe perto de fontes de calor, como fogão e aquecedores.

2. Atualize o sistema e os apps

Pode acontecer de algum software com problemas ou incompatível com a versão do sistema esteja drenando recursos de forma inesperada. Nesse caso, a solução mais simples é atualizar o sistema operacional ou o aplicativo em questão.

No caso de iPhones, a Apple libera as atualizações do iOS por meio do app Ajustes, e depois em Geral. Já nos smartphones com Android, a atualização pode ser encontrada nas configurações, na opção Sobre o Dispositivo. Já os apps devem ser atualizados em suas respectivas lojas, como Apple Store e Google Play.

3. Escaneie os arquivos contra vírus

Vírus e malwares podem estar usando indevidamente recursos do sistema, o que pode provocar o sobreaquecimento do aparelho. Isso é mais provável de acontecer em smartphones com Android, já que o sistema permite instalar apps fora da loja oficial.

Há diversas opções de antivírus no mercado, por isso, sempre confie sempre em marcas consagradas, como AVG, Norton e McAfee. Muitos têm planos gratuitos — porém, limitados –, mas que já oferecem algum nível de proteção.

4. Use o modo Avião

Caso você esteja em um local com sinal móvel fraco, o telefone costuma aumentar a potência de recepção para tentar melhorar a conexão. Como consequência, os componentes internos trabalham mais e ficam mais quentes.

Por isso, uma boa medida caso o smartphone esteja esquentando é ligar o modo Avião. Porém, o lado ruim é que isso vai desligar a conexão móvel, mas ainda será possível usar a conexão Wi-Fi e Bluetooth.

5. Use um cabo de qualidade

Caso o problema apareça principalmente durante a recarga da bateria, a culpa pode estar no cabo utilizado. Materiais de qualidade ruim podem fazer com que a bateria esquente além do normal. Se tiver um cabo extra, considere fazer a trocá para ver se a temperatura se normaliza.

Há casos ainda em que a bateria passa a apresentar desgaste com o tempo e começa a esquentar demais. Nesse caso, o ideal é prevenir: nunca carregue a bateria acima de 90% e nem deixe-a descarregar por completo. Assim, ela poderá durar mais tempo.

6. Use com moderação

Qualquer aplicativo quando usado ininterruptamente pode aumentar as chances de esquentar o celular. Isso vai desde a câmera até games mais pesados. Por isso, maneire um pouco no uso e faça uma pausa para que o smartphone tenha tempo para se resfriar sozinho.

Assine a newsletter do Gizmodo

Igor Nishikiori

Igor Nishikiori

Formado em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Já passou pelas redações da Editora JBC, São Paulo Shimbun, Folha de S. Paulo e Portal R7. Prefere o lado alternativo das coisas, de música a futebol.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas