O cineasta austríaco Andreas Sulzer afirma ter encontrado “o maior centro de pesquisa de armas secretas” de Hitler. Ele seguiu informações contidas em relatórios de inteligência dos EUA, que descrevem um sistema de túneis subterrâneos escavados em granito perto do campo de concentração de Mauthausen-Gusen, na Áustria.

A entrada para os túneis que levam à instalação foi destruída pelos Aliados logo após a 2ª Guerra Mundial. Nos últimos meses, Sulzer e sua equipe vinham escavando a área e afirmam ter encontrado provas físicas definitivas das instalações secretas.

Ele também afirma ter provas do propósito da instalação secreta, que encontrou nas cartas de um físico austríaco. Na época, ele escreveu sobre como tentaram “esmagar átomos” em bunkers secretos perto de St. Georgen an der Gusen, uma pequena cidade austríaca perto de Mauthausen-Gusen.

Campo nazista (1)
Túnel na instalação B8 Bergkristall (RAHD via Sunday Times)

Essa área pode estar conectada por túneis a outro local subterrâneo, a B8 Bergkristall, uma fábrica de 50.000 m² onde trabalhavam prisioneiros do campo de concentração Gusen II em 1944. Este local foi usado pelos alemães para fazer o caça Messerschmitt Me 262 (eles produziam 1.250 aviões por mês), bem como foguetes V-2.

Sulzer acredita que os nazistas usavam o local subterrâneo secreto perto da B8 Bergkristall para pesquisar ogivas bacteriológicas, químicas e radioativas que equipariam foguetes V-2.

Sulzer descobriu uma enorme laje de concreto octogonal, que ele já havia identificado em fotografias de reconhecimento da área ocupada pelos Aliados. Fotos aéreas de 8 de maio de 1945 já não mostram esse objeto de concreto.

Conversando com o jornal austríaco Der Standard, Sulzer diz que a análise do terreno indica que a laje de concreto está cobrindo uma enorme cavidade. Ele acha que isso foi usado para fechar um silo de testes para foguetes V-2, assim como em silos de mísseis nos EUA e União Soviética.

Campo nazista (2)
Sulzer também encontrou vários objetos nazistas no local, incluindo este capacete da Waffen SS (Andreas Sulzer)

Sulzer vem tentando descobrir este centro nazista de armas há anos. Usando dados coletados a partir de inúmeros documentos encontrados em arquivos históricos da Alemanha, Rússia e EUA – desde fotografias aéreas até registros de interrogatório – ele não duvida que este complexo subterrâneo exista.

De acordo com o jornal austríaco Kleine Zeitung, os trabalhos arqueológicos foram interrompidos depois que Sulzer e sua equipe removeram uma camada de argila com 2 m de profundidade, que cobria a entrada de granito com degraus de concreto.

Parece que pode haver algo escondido por trás dessas estruturas enterradas, mas vamos ter que esperar para ver se este é realmente o maior centro secreto de pesquisa de armas do Terceiro Reich. [Der Standard, Kleine Zeitung]

Foto inicial: foto de 1945 de possível túnel ligando o campo de concentração Mauthausen-Gusen à fabrica B8 Bergkristall. Deutsches Bundesarchiv/Wikipedia