O jornal espanhol El País publicou esta semana uma entrevista com Stephen Elop, CEO da Nokia, na qual ele sugere que não estará totalmente comprometido com o Windows Phone no futuro. A Nokia respondeu, dizendo que houve erro na tradução, mas a transcrição original mostra que Elop sugeriu, sim, estar aberto a outras plataformas.

A Nokia divulgou o trecho da entrevista que esclarece a posição de Elop:



Você descarta 100% o lançamento de um smartphone com Android em 2013?

Então, a maneira como eu penso sobre isso é: na atual guerra de ecossistemas, estamos lutando com o Windows Phone. Isso é o que estamos fazendo. Agora, sempre nos perguntamos: como isso vai evoluir? O que virá no futuro? Qual o papel que o HTML5 terá? Qual o papel que o Android ou outras coisas vão desempenhar no futuro? Nós estamos olhando mais para o futuro, mas em termos do que estamos trazendo para o mercado, e no que estamos imediatamente focados, estamos focados em Windows Phone.

Se a Nokia está tão confiante no Windows Phone, por que não ser direta em descartar a possibilidade do Android? Sim, ele diz que a empresa está focada no Windows Phone – mas ele disse outras coisas também, que nem a Nokia nem o El País publicaram.

A entrevista foi realizada por Manuel Ángel Méndez, que também é editor do Gizmodo en Español. Ele publicou a transcrição completa, em inglês, do trecho polêmico – que foi resumido no El País. Você pode conferi-la aqui. Nela, Elop responde a mais duas perguntas, e a resposta é bem interessante:

Q: Então, se as conversas mudarem, se o panorama mudar, você está livre para se comprometer a outras plataformas. Você vai se comprometer a outras plataformas?

Elop: Vamos mudar as circunstâncias de negócios à medida que o panorama muda… é claro…

Q: Então você deixa a porta aberta para isso?

Elop: A porta está aberta para qualquer mudança ao longo do tempo, mas eu quero deixar muito, muito claro que estamos vendo um feedback excelente dos nossos consumidores, estamos entregando ótimos produtos para o mercado com o Windows Phone, e temos prazer em ver isso.

Nada disso quer dizer que a Nokia vá lançar um aparelho com Android em breve, por exemplo (mesmo que alguns boatos errôneos digam isto). Mas sinaliza que Elop não pensa que a Nokia esteja presa ao Windows Phone: ela vai mudar se o mercado mudar. Como o Windows Phone ainda não se provou no mercado, e a Nokia ainda está perdendo bastante dinheiro, é bom deixar a porta aberta. [Gizmodo en Español via Gizmodo US]

Foto por Spencer Platt/Getty Images