A cidade de Halmstad apareceu com essa idéia enquanto tentavam se livrar do montante de fumaça emitido pelo crematório.

 

“Foi quando nós estávamos discutindo todas essas questões ambientais que começamos a pensar na energia que é usada em cremações e percebemos que em vez de soltar todo aquele calor no ar, nós poderíamos usá-lo de alguma maneira. O calor estava indo para o céu à toa”, disse Lennart Andersson, diretor do cemitério na cidade de Halmstad.

 

Isso pode soar um tanto quanto nojento, mas se você tivesse sua casa aquecida ou iluminada de graça, acho que você não reclamaria tanto. [Treehugger]