O experimento tem o propósito de ajudar a melhorar técnicas para criar órgãos e tecidos corporais com estruturas celulares complexas, o que seria útil para medicina regenerativa e desenvolvimento de drogas.

Os cientistas criaram o homenzinho pão-de-mel ao cultivar 100 mil bolas de colágeno de 0,1mm de diâmetro, cada uma revestida por dezenas de células de pele. Elas eram despejadas dentro de um molde com formato de boneco durante um dia. O boneco conseguiu sobreviver em uma solução de cultura por mais de um dia.

Shoji Takeuchi, um professor do Instituto de Ciência Industrial da Universidade de Tóquio, disse que a seguir ele tentará combinar múltiplos tipos de células para criar um sistema complexo que possa funcionar como um organismo vivo. Traduzindo: “Primeiro vamos cultivar bonecos. Depois vamos cultivar PESSOAS”. Ha! Brincadeirinha! Eu acho. [Pink Tentacle]