O Gmail está diferente esta semana! O novo sistema da caixa de entrada que divide automaticamente suas novas mensagens em abas como Social, Promoções etc. finalmente foi liberado para todos. Aprenda aqui a como voltar a caixa de entrada ao que ela era antes.

Na verdade o processo é super fácil. Apenas clique no ícone de engrenagem no canto superior direito da tela e, no menu, “Configurar caixa de entrada”. Na tela que surge, marque ou desmarque qualquer uma das cinco abas para ativá-las ou desativá-las. Você também pode escolher se deseja manter todas as suas mensagens marcadas com estrela na caixa de entrada prioritária, mesmo se elas se encaixarem nos critérios de uma aba.

Desativando as novas abas.

Claro, existe a chance de você não querer desativar isso. Um sistema que lida automaticamente com atualizações recorrentes que costumam entupir sua caixa de entrada (Facebook, Twitter, sites de compra coletiva etc) e as colocam em uma aba isolada podem ser muito úteis, ainda mais depois que ele aprender o que deve ir para onde. Você pode arrastar e soltar mensagens individuais para as abas, ou clicar com o botão direito e movê-las para uma específica. É bem, bem simples. Então, por que removê-las?

Existem motivos válidos baseados em produtividade e bom senso, como o receio de perder uma mensagem importante porque ela foi assinalada para uma aba errada, ou talvez por você já ter contas separadas para esses tipos de email. E sim, isso funciona.

Mas, sinceramente, o melhor motivo para se livrar das novas abas do Gmail é que sem os emails que você pede para receber (alguns os chamam de bacn), sua caixa de entrada se torna um lugar vazio, desolado, abandonado. Depois de ativar as abas, a minha caixa de entrada principal ficou com alguns alertas do Google, umas mensagens de jogos de futebol de 2009 que eu encaminhei recentemente só de zoeira e uma anotação do meu dentista. Cruel.

Toda a ideia por trás de abas impostas em uma caixa de entrada parece um pouco datada, de uma época em que o email ainda era o principal meio de comunicação e nossas contas eram lotadas de mensagens pessoais ou do trabalho, junto com todo o spam que sabe-se lá de onde vinha. Agora, porém, a maior parte das nossas conversas se dá no Google ou Facebook ou qualquer outro lugar. Nossos emails não clamam mais por esse tipo de organização (ainda que seja legal), porque o email por si só já se tornou uma gaveta de coisas pouco importantes. E quando você joga fora essas coisas, o que sobra pode ser um pouco solitário.