Apps de terceiros começaram a se tornar os melhores do iOS. Isto é bom para desenvolvedores, usuários e, a curto prazo, para a própria Apple. Os terceiros que desenvolvem, como o Google, ganham mais exposição e renda. Os usuários ganham apps melhores. E a Apple ganha uma força na hora de vender dispositivos com iOS. A longo prazo, no entanto, isso pode não ser tão bom para a Apple.

Muita gente não consegue ver o problema com aplicativos de alta qualidade feitos por terceiros. Estas pessoas estão parcialmente corretas – os apps não são o problema. A questão é, na verdade, a política da Apple com estes aplicativos e a falta de inovação dos seus próprios apps. Estes pontos é que criam os problemas.

Em primeiro lugar, a Apple não permite que você coloque um desses apps como default no iOS. No fim das contas, aparelhos com iOS são apenas computadores. Imagine não poder trocar os apps padrões de e-mails ou browser no OS X. Isso nunca seria aceitável, e também não deveria no iOS. O único motivo para isso não ter criado problemas maiores é que os apps da Apple tem sido suficientes para a maioria dos usuários. Também eram poucas as alternativas. Até agora.

Isto nos leva a um segundo problema. Com o lançamento do Gmail, do Google Maps e do Chrome, o Google começou a oferecer apps para iOS melhores que a Apple. Outros, como o Sparrow ou o Fantastical, são concorrentes fortes ao que a empresa da maçã oferece. Como você não pode definir nenhum desses como app default, a experiência fica abaixo do ideal para os usuários, com o iOS forçando você a usar os apps da Apple em certas situações.

Com o tempo, algumas pessoas podem decidir que é mais fácil e descomplicado usar um Android do que um monte de apps do Google num iPhone. Ano após ano, a Apple se gaba da integração de seus apps com o iOS como grandes novidades, que estão indisponíveis se você usa apps de terceiros. Se seus apps preferidos são de terceiros e o iOS causa dor de cabeça quando você os usa, as pessoas ficarão frustradas e podem procurar outras opções.

A Apple não está num beco sem saída, entretanto. Eu vejo duas opções e, idealmente, as duas irão ocorrer. Em primeiro lugar, a empresa precisa melhorar seus apps numa velocidade igual ou maior a dos apps de terceiros. Em segundo lugar, ela precisa permitir que os usuários escolham os apps que quiserem como default. Se pelo menos uma dessas coisas não acontecerem, a Apple pode começar a perder usuários que prefiram seus apps preferidos numa experiência mais integrada e fluída.

Com algumas mudanças simples no iOS e em suas políticas, a Apple pode tornar o iPhone numa plataforma móvel ainda melhor e mais dominante. No entanto, se ela continuar teimando em não fazer isso, o resultado pode ser uma experiência de usuário desajeitada, que pode afastar os consumidores.


Virtual Pants é uma coluna que comenta e dá um ponto de vista único nas últimas notícias de tecnologias. Nela, você encontra análises que não estão em nenhum outro lugar da blogosfera de tecnologia.