A gente gostou das novidades nas novas cédulas do real, mais seguras e parecidas com o euro, que começaram a circular nesta segunda-feira. Mas faltou uma coisa: como os caixas eletrônicos serão adaptados para a mudança?

Segundo a Febraban (Federação Brasileira de Bancos), os caixas não conseguem lidar com as notas novas e antigas ao mesmo tempo: depois de adaptados para as novas cédulas, os caixas não podem mais receber as notas antigas. Então eles serão adaptados aos poucos, à medida que as novas cédulas substituem as antigas, e cada banco vai decidir quando fará essa adaptação.

Enquanto os caixas da rede Banco24Horas serão modificados “no mesmo ritmo de entrada das notas em circulação”, o Banco do Brasil já vai começar o processo – afinal, eles terão 33% das novas cédulas de R$100 e 52% das notas de R$50, as primeiras a circularem. Ano que vem serão emitidas as notas de R$10 e R$20; e em 2012, as novas cédulas de R$2 e R$5. [IDG]