Nas profundezas do Oceano Pacífico, dezenas de pilotos da Segunda Guerra Mundial estão descansando em seus túmulos aquáticos, ainda dentro das aeronaves que eles levaram aos céus décadas atrás. É tarde para tentar socorre-los, mas como a Popular Science explica, as pessoas por trás do BentProp Project – e seus drones submarinos – estão ajudando a trazer para superfície a incrível história destes soldados.

O BentProp Project é liderado por Pat Scannon, que há cerca de duas décadas faz buscas por aeronaves na região de Palau, um minúsculo país insular na Micronésia, próximo às Filipinas. Ele costuma entrevistas pessoas de Palau, checar registros militares e mapas feitos no período da guerra para tentar descobrir onde estão restos de aviões derrubados durante batalhas aéreas. Até hoje, cerca de 60 já foram localizados, sendo metade deles japoneses – nesta região os EUA e o Japão travaram uma grande guerra no céu que resultou em diversos aviões derrubados e pilotos perdidos no fundo do oceano.

A recente descoberta foi feita por pessoas de Palau, e Scannon foi com a sua equipe entender o que ela significava. Explica a Popular Sciente:

Ano passado, pescadores locais mergulhando a oeste da barreira de corais do Palau tropeçaram em um impressionante achado: um avião intacto. Eles avisaram o dono de uma loja de mergulho que enviou as fotos das aeronaves naufragadas a BentProp. A equipe de Scannon identificou o avião como um Corsair americano.

Quando chegaram ao Corsair, eles usaram um veículo submarino autônomo [um drone], agora equipado com uma GoPro HERO 3 HD, para fazer uma varredura metódica. De volta à Califórnia, a equipe vai usar as milhares de imagens capturadas, junto com outras centenas de fotos de mergulhadores humanos, para fazer uma reconstrução 3D do avião.

O drone em questão, chamado, Remus, já vem sendo usado há alguns anos – agora ele recebeu o reforço de uma GoPro HERO 3 para ajudar nas buscas e registros do que está no fundo do mar. O projeto BentProp acredita que ao menos 8 outras aeronaves dos Estados Unidos estão perdidas nesta região do oceano, e Scannon aposta no Remus como um ajudante fundamental nas buscas dos outros. É uma missão submarina que ainda tem muito caminho pela frente. Você pode ler mais sobre o projeto na Popular Science (em inglês). [Popular Science]

Imagem via Matt Kieffer/Creative Commons