Uma mudança feita em junho nos termos de serviço do DoubleClick, rede de publicidade online que pertence ao Google, dá à empresa o poder para rastrear tudo o que você faz na internet – e mais do que isso, eles conseguem individualizar esse histórico, o que significa que agora o Google tem poder para não só saber o que você faz na web, como também que quem está fazendo aquilo é você.

Google, inteligência artificial e privacidade
A página ‘Minha Atividade’ mostra tudo o que o Google sabe sobre você

Ao ProPublica, o Google deu uma explicação para a mudança (que foi feita sem muito alarde), justificando que isso foi necessário para se adaptar à internet de 2016:

“Nosso sistema de anúncios foi projetado antes da revolução dos smartphones. Ele oferecia controles de usuário e determinada relevância de anúncios, mas apenas em uma base por dispositivo. Em junho passado, atualizamos nosso sistema de anúncios e os controles de usuário associados, para coincidir com a forma como as pessoas usam o Google hoje: em muitos dispositivos diferentes.

Antes de lançar a atualização, nós a testamos ao redor do mundo com o objetivo de entender como fornecer aos usuários uma opção clara e transparente. Como resultado, é 100% opcional – se os usuários não optarem por essas mudanças, a experiência Google deles não será alterada.

Igualmente importante: fornecemos notificações de usuários sobre essa mudança com uma linguagem simples de entender, assim como ferramentas simples que permitem aos usuários controlar ou apagar os dados. Usuários podem acessar todos os controles de conta visitando o Minha Conta, e mais de um bilhão deles fez isso só no primeiro ano.”

Por mais que possa parecer assustador (e é!), a empresa deixou aberta a possibilidade de você se desligar desse monitoramento. Eis como fazer isso:

1 – Entre na página “Minha Conta” do Google

privacidade-google-1

Clique aqui para entrar na página do Google relativa à sua conta. É a página que permite acessar todas as configurações de privacidade, entre outras coisas.

Nela, procure a opção “Minha atividade”, que fica na parte inferior da coluna central.

2 – Acesse a área de “Controles de atividade”

privacidade-google-2

No menu lateral você vai encontrar uma opção chamada “Controles de atividade”. Clique nela.

3 – Desmarque o rastreamento do Google

privacidade-google-3

Lá dentro, logo de cara você encontrará uma área chamada “Atividade na Web e de apps”. A explicação do Google é que, ao deixar isso marcado, você permite que a empresa guarde seu histórico de navegação do navegador Chrome e a atividade feita em sites e apps que usam os serviços do Google.

É só desmarcar isso e pronto – o Google não vai mais olhar tudo o que você faz.

Esse recurso é usado pelo Google para fornecer anúncios mais relevantes para você, e, ao desmarcar, você perde essa “comodidade” e passa a ver anúncios mais genéricos, baseados na sua localização e no que o Google acredita que seja a sua idade e renda.

Se você quiser receber esses anúncios personalizados, pode escolher por manter o rastreamento. Se não quiser, é só desativá-lo. De qualquer forma, o Google diz que isso não vai afetar a forma como você usa os serviços da empresa.

[ProPublica via SelectAll]

Foto via AP