Na última sexta-feira (10), o cantor Justin Bieber foi às redes sociais anunciar ao público que havia sido diagnosticado com a síndrome de Ramsay Hunt.

Em um vídeo publicado no Instagram, o artista mostra metade de seu rosto completamente paralisado pela doença — o que justificaria o cancelamento de shows que faria nos próximos dias na América do Norte. 

“Como você pode ver, este olho não está piscando. Eu não posso sorrir com este lado do rosto. Esta narina não se move, então há paralisia total deste lado do meu rosto”, explicou Bieber, enquanto tentava mover os músculos da face. 

A síndrome de Ramsay Hunt foi descrita pela primeira vez em 1907 pelo neurologista americano James Ramsay Hunt. A doença é causada pelo vírus da herpes-zóster (que causa uma inflamação conhecida como “cobreiro” em certas regiões do país), responsável também pela catapora. 

O patógeno causador da paralisia fica adormecido em um gânglio do nervo facial. Ele tem maior tendência a reativar em pessoas imunossuprimidas, diabéticas, crianças ou idosos.

Entre os sintomas, estão a paralisia facial, dor de ouvido, dor de cabeça e vertigens. Podem ainda aparecer pequenas bolhas no ouvido externo e no canal auditivo, além de vermelhidão local.

O tratamento da infecção é feito com remédios antivirais, como aciclovir ou fanciclovir, e corticoides, como a prednisona. O tempo de recuperação é imprevisível, podendo ir de dias até semanas ou meses. Em alguns casos, é necessária intervenção cirúrgica para aliviar a compressão do nervo facial.