Trajes espaciais, astronautas, foguetes e cabines — todo maquinário espacial que envolve a humanidade é retratado por Michael Kagan em sua arte.

O artista nova-iorquino usa traços firmes, alternando entre formas realistas e abstratas e desenhando com a ajuda de formas geométricas as figuras icônicas que representam a era espacial que vivemos hoje. “Cada pintura é uma imagem, uma figura instantânea, um flash momentâneo, uma leitura rápida presa à memória por silhuetas icônicas”, explica ao Colossal.



Kagan vem pintando a vida no espaço desde 2010 e as imagens foram expostas ano passado na galeria Joshua Liner, em Nova York, sob o título de Thunder in the Distance (Trovão à Distância) que, segundo a própria galeria, representa a “habilidade da humanidade de alcançar algo que está tão longe dos seus meios físicos”. Além da cultura espacial, Kagen também pinta carros de corrida e aviões supersônicos, outras representações de limites quebrados pela humanidade graças às máquinas.

Mais recentemente, o Instituto Smithsonian, grupo que comanda 19 museus e galerias sobre o espaço, encomendou três grandes pinturas de Kagan, dando a ele acesso aos vastos arquivos do instituto para que ele pudesse se inspirar. Kagan também colaborou na marca de roupas do músico Pharrell Williams, além de permitir o uso de sua arte na capa do álbum Big TV da banda White Lies.

Você pode conhecer mais sobre o artista em seu site pessoal ou no Instagram dele. [Colossal via Fubiz]

Foto de capa: Michael Kagan/Instagram