Ciência

Corpos de soldados da 2ª Guerra Mundial são achados embaixo d’água na Oceania

Local do acidente foi identificado pela 1ª vez em 2020, mas só agora os mergulhadores confirmaram a identidade da aeronave e recuperar restos humanos
Imagem: Australian War Memorial/Reprodução

Uma tripulação de soldados desaparecida na 2ª Guerra Mundial foi encontrada após 80 anos. Os restos de um bombardeiro Beaufort da Real Força Aérea Australiana (RAAF) desaparecido foi encontrado nas águas ao sul de Papua-Nova Guiné, ilha da Oceania no sudoeste do Oceano Pacífico.

Oferta do dia: 43% de desconto
JBL, Headset Gamer, Quantum 400
R$ 500

O bombardeiro A9-186 desapareceu em setembro de 1943. Dessa forma, levando consigo quatro membros da tripulação.

De acordo com expedição, local do naufrágio do A9-186 está localizado a 43 metros de profundidade. Imagem: Divulgação

O local do acidente foi identificado pela primeira vez em 2020. Porém, somente agora que os mergulhadores conseguiram confirmar a identidade da aeronave e recuperar restos humanos. Por isso, cerca de 50 mergulhos foram necessários para confirmar a identificação da aeronave.

“Dessa forma, é muito desafiador, depois de 80 anos em água salgada, obter uma identificação positiva”, disse Steve Burnell, líder da expedição, em entrevista ao canal de televisão CBS.

Quais são os soldados da 2ª Guerra Mundial encontrados 

Os fragmentos ósseos encontrados foram confirmados como pertencentes ao Oficial Clement Batstone Wiggins, de 28 anos,  e ao Oficial Russell Henry Grigg, de 34 anos.

Restos mortais de Clement Batstone Wiggins e de Russell Henry Grigg foram identificados. Imagem: Departamento de Defesa da Austrália/Reprodução

Os restos dos outros dois membros da tripulação da 2ª Guerra Mundial, o Sargento de Voo Albert Beckett, de Launceston, e o Sargento de Voo Gordon Lewis Hamilton, de Brisbane, não foram identificados.

Encontraram a aeronave no leito do mar a 43 metros de profundidade. Dessa forma, o equipamento estava coberto de sedimentos e crescimento marinho. Além disso, a aeronave estava extensivamente danificada pelo fogo.

Bilionário em busca do tio

As buscas por destroços de aeronaves da Segunda Guerra Mundial na costa de Papua Nova Guiné são uma iniciativa do bilionário australiano Andrew Forrest. Assim, ele buscava localizar o avião de seu tio, David Forrest, desaparecido em combate aos 22 anos, em 1943.

O avião de David foi visto pela última vez quatro meses antes do ataque que derrubou o bombardeiro A9-186. Forrest havia saído em uma missão noturna para atacar uma base japonesa na vila de Gasmata, na parte sul da ilha.

Ele e os demais tripulantes do bombardeiro não foram mais encontrados desde então. Mesmo assim, Andrew promete não desistir de encontrar os restos mortais do seu tio.

“Continuamos esperançosos em nossa busca por meu falecido tio David e seus companheiros de tripulação. Nunca desistiremos até encontrá-los”, disse Andrew Forrest, em um comunicado.

Assine a newsletter do Giz Brasil

O Giz Brasil pode ganhar comissão sobre as vendas. Os preços são obtidos automaticamente por meio de uma API e podem estar defasados em relação à Amazon.
Gabriel Andrade

Gabriel Andrade

Jornalista que cobre ciência, economia e tudo mais. Já passou por veículos como Poder360, Carta Capital e Yahoo.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas