O japonês Masayuki Uemura, criador dos consoles Super Nintendo e NES (conhecido como Nintendinho), morreu aos 78 anos. Segundo o site Nintendo Life, o engenheiro morreu na segunda-feira (6), mas as informações só foram divulgadas nesta quinta-feira (9).

O comunicado que anunciou sua morte foi feito pela Universidade de Ritsumeikan, em Kyoto, onde ele dava aulas:

“O professor Masayuki Uemura, professor visitante da Faculdade de Artes e Ciências da Imagem da Universidade Ritsumeikan, foi um dos fundadores deste Centro e seu primeiro diretor, faleceu em 6 de dezembro de 2021. Ele tinha 78 anos. Oramos sinceramente pela alma do falecido e gostaríamos de comunicá-los.”

Começou em 1972

Uemura começou a trabalhar na Nintendo em 1972, e foi o idealizador do Famicom, sistema que ficou conhecido posteriormente como NES (Nintendo Entertainment System), ou Nintendinho, no Brasil.

Começou a trabalhar em cima do Nintendinho em 1981, ano em que foi pressionado pelo então presidente da empresa a criar um console com capacidade de jogar em diferentes cartuchos inseríveis. O equipamento foi lançado em 1983, dez anos antes do Super Nintendo.

Donkey Kong e Mario Bros

Além de seu trabalho como desenvolvedor de consoles e novas tecnologias, Uemura também foi produtor de vários jogos, como Ice Climber, Donkey Kong, Mario Bros e Clu Clu Land. Ele se aposentou em 2004 e se tornou professor da Universidade Ritsumeikan, em Kyoto, no Japão.

Assine a newsletter do Gizmodo

O icônico Nintendinho é considerado até hoje um dos consoles mais vendidos de todos os tempos, o que mostra como o trabalho de Uemura foi importante para o desenvolvimento da indústria de games.