Como o mundo ainda está em luto pela morte de David Bowie, nós podemos nos confortar com uma das homenagens póstumas mais apropriadas ao cantor britânico: uma constelação foi batizada com seu nome, e ela ainda tem o formato do icônico símbolo de relâmpago.

>>> Este é o asteroide batizado em homenagem ao grande David Bowie



O observatório público MIRA, em Bruxelas (Bélgica), trabalhou com uma estação local de rádio para registrar a constelação, que consiste em sete estrelas localizadas próximas à marte. Segundo a DDB Brussels:

“Não foi fácil determinar as estrelas apropriadas”, disse Philipp Mollet, do MIRA. “A Studio Brussels nos pediu para acharmos um local único na galáxia para Bowie. Referindo-se aos seus vários álbuns, escolhemos sete estrelas — Sigma Librae, Spica, Alpha Virginis, Zeta Centauri, SAA 204 132, e Beta Sigma Octantis Trianguli Australis — próximas à Marte. A constelação é uma cópia do icônico relâmpago de Bowie e foi registrada no dia da morte do cantor.

Eu sei que isso é uma dessas tentativas oportunistas de aparecer, mas eu não ligo, pois é perfeito. De fato, acho que nós deveríamos nos livrar de todas as velhas constelações e substitui-las por novas batizadas com nomes ligados ao Bowie. Vai dizer que você não acha que o céu estrelado não ficaria muito melhor se trocássemos, por exemplo, Orion por Goblin King, o personagem de Bowie em Labyrinth?

A disposição das estrelas da constelação Bowie pode ser vista no site Stardust for Bowie.

Que fique claro: a constelação é apenas uma homenagem ao cantor. Para uma constelação receber um nome “oficial”, ela deve ser validada pela União Astronômica Internacional — o que não foi o caso da constelação David Bowie.

Atualizado às 18:30

[HuffPo]