Space Marines chutando bundas verdes.

O primeiro choque que se tem é a falta de necessidade de construir uma base. O jogo gira em torno, mais uma vez, de capturar pontos estratégicos no mapa, mas é impossível construir um forte, enfiar-se lá dentro e sair apenas quando estiver pronto para, literalmente, uma guerra. A tendência de recompensar a agressividade permanece.


Elfos ninjas no espaço.

Para capturar os pontos, você deve manejar da melhor maneira possível seus esquadrões e usar sabiamente as habilidades do seu comandante, evoluindo-o de maneira similar a de um RPG. Cada facção das 4 disponíveis nesta versão, Orks (GREEN IZ BEST), Space Marines, Eldar e Tyranids, tem 3 comandantes disponíveis, cada um com características específicas que devem afetar as estratégias do usuário.


Dakkadakkadakkadakka!

A evolução pela "árvore tecnológica" do jogo se dá de maneira rápida, pelo menos até esta altura da fase de testes. Há momentos em que você decidirá simplesmente pular do segundo para o terceiro nível sem ter feito uso de nada do nível 2, simplesmente porque o terceiro nível já está a seu alcance. Ou você economiza os recursos e investe tudo num ataque violento com suas unidades de nível 1, ou você corre para o nível 3 e ataca com o melhor que está à sua disposição.

Os cenários podem ser destruídos, mas está tudo muito longe do que eu, ao menos, esperava. Um Dreadnought derruba uma parede baixinha aqui, um muro cai com uma explosão acolá, mas tudo MUITO longe de ser impressionante. Sei lá, vai ver eu tinha expectativas altas demais quanto a isso.


Zergrush com Tyranids? Agora você pode!

Também estou ainda com a sensação de não saber com que estou lidando. O jogo parece se recusar a dar informações detalhadas sobre cada unidade, e não estou afim de ler o Codex dos Tyranids ou o dos Space Marines. No fim parece um jogo de adivinhação. "Será que meus Boyz tem dakka suficiente pra peitar aquele Techmarine?"

Enfim, até agora o jogo me deixou com uma sensação similar a de ter jogado Warcraft 3 depois de ser fã de Warcraft 2. É um bom jogo, é divertido, eu compraria, mas…vez por outra parece não ser a mesma coisa, e bate uma saudade do anterior. Talvez tudo melhore até o lançamento. Talvez.