Na Austrália, cientistas conduziram um estudo que descobriu uma nova espécie muito especial: o primeiro milípede, que faz jus ao nome por de fato possuir mais de mil pés.

O animal, que já vem sendo chamado de o primeiro milípede “verdadeiro”, tem 1.306 patas e foi encontrado na profundidade de 60 metros em uma área de mineração na região de Eastern Goldfields.

Por ser encontrada nessas condições, a nova espécie foi batizada de Eumillipes persephone, em referência à deusa grega do submundo, Perséfone. Como outros animais que vivem em constante escuridão, o novo milípede é cego e pálido.

Desbancou um californiano

Antes, o milípede recordista era o californiano Illacme plenipes, com 750 patas. Além das mil patas, eles têm corpos longos, divididos em 330 segmentos. Os animais da espécie têm até 0,95 milímetro (mm) de largura e 95,7 mm de comprimento, e não apresentam olhos. A cabeça tem forma de cone, com antenas e bico.

“Esse animal está a 60 metros de profundidade, no escuro. É simplesmente estonteante considerar isso. Deve haver algum tipo de sensor para orientação na busca de alimentos e recursos e para encontrar outros parceiros” disse Paul Marek, entomologista da Virginia Tech e principal autor do novo artigo.

Segundo Marek, a Eumillipes persephone, também possui defesas químicas e mais de 100 glândulas ao longo do seu corpo secretam uma toxina alcaloide que é provavelmente usada para deter predadores como formigas, besouros e toupeiras.

Assine a newsletter do Gizmodo

Como é a análise

Ao todo, foram analisadas 4 espécimes, sendo dos machos e duas fêmeas e todos tinham cumprimentos e idades diferentes. Para saber a idade deles os entomologistas contam segmentos como anéis de árvores mostram relativamente a idade de cada espécie.

( A ) fêmea com 330 segmentos e 1.306 pernas (espécime de paratipo, T147124). ( B ) visão ventral das pernas (holótipo masculino, T147101). ( C ) vista dorsal da cabeça e vista ventral de gonópodes (holótipo masculino, T147101). Barras de escala, 0,5 mm.

O mais curto do grupo tinha 198 anéis e 778 pernas. O mais longo tinha 330 anéis e 1.306 pernas.