Descuido permitiu vazamento de dados de 1 bilhão de chineses

Violação é considerada a maior da história já registrada. Governo chinês usa censura para encobrir vazamento de dados
Descuido permitiu vazamento de dados de 1 bilhão de chineses
Imagem: Pexels/Reprodução

Na última semana, um hacker anunciou que conseguiu roubar os dados de 1 bilhão de chineses – incluindo informações sobre nomes, telefones e endereços –, disponíveis em um banco de dados da polícia de Xangai. O vazamento é considerado o maior da história já registrado.

O mais intrigante desse enorme vazamento é que os dados da polícia podiam ser acessados pela internet, sem qualquer senha. De acordo com o Wall Street Journal, os dados estavam disponíveis livremente entre os meses de abril de 2021 e junho deste ano, antes de serem apagados pelo hacker.

Embora os 23 terabytes de dados pessoais devessem estar ocultos, havia um endereço backdoor que qualquer pessoa poderia usar para acessar o banco de dados. Aparentemente, o vazamento ocorreu após um desenvolvedor publicar por engano as credenciais do banco de dados em um blog de tecnologia, como visto no tuíte abaixo.

Governo chinês censura vazamento de dados

Após a violação dos dados, o hacker – que usa o nome “ChinaDan” – pediu em um fórum a quantia de 10 bitcoins (cerca de R$ 1,1 bilhão) para devolver as informações pessoais. Após verificação, a amostra de dados com 750 mil entradas divulgada pelo hacker se mostrou genuína.

Segundo o site Fortune, o governo chinês está se esforçando para censurar as notícias sobre os vazamentos, para que as vítimas não saibam que seus dados foram expostos. Na principal rede social chinesa, a Weibo, termos como “vazamento de dados” e “vazamento de registros de 1 bilhão de cidadãos” foram bloqueados.

A violação de dados acontece após o governo de Pequim prometer melhorar a proteção da privacidade dos cidadãos chineses, a partir da aprovação de novas leis locais. Conforme apontou a Reuters, a China também instruiu as empresas de tecnologia do país a garantir um armazenamento das informações mais seguro após reclamações públicas sobre má gestão e uso indevido de dados.

Hemerson Brandão

Hemerson Brandão

Hemerson é jornalista, escreve sobre espaço, tecnologia e, às vezes, sobre outros temas da cultura nerd. Ele também é grande entusiasta de astronomia, interessado em exploração espacial e fã de Star Trek.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas