Eu suspeito que os únicos usuários do QuickTime no Windows são aqueles que acidentalmente o instalaram junto ao iTunes. Se você está incluso, chegou a hora de desinstalá-lo.

Pesquisadores da Trend Micro encontraram duas falhas críticas de segurança no QuickTime para Windows. Normalmente, a Apple iria corrigir as falhas, mas a empresa deixou de atualizá-lo, então não haverá mais patches de segurança.



A única maneira de permanecer seguro é limpar todos os vestígios do QuickTime do seu sistema. Até mesmo o Departamento de Segurança Interna dos EUA recomenda fazer isso – o software está na lista negra oficial do governo americano.

A Apple explica neste link como fazer, e é realmente bem simples: abra o menu Iniciar, digite “Desinstalar QuickTime”, clique no ícone e siga as instruções.

As falhas descobertas permitem executar código dentro do QuickTime Player depois que o usuário abrir um arquivo infectado. Como nota o Ars Technica, uma atualização em janeiro removeu o plugin do QuickTime para navegadores – desde então, não é mais possível usá-lo para reproduzir vídeos na web.

A Apple nunca avisou que o QuickTime para Windows tinha sido abandonado: o alerta teve que vir através da Trend Micro após as vulnerabilidades graves serem descobertas. Isso é bem irresponsável. O QuickTime para OS X não tem essas falhas e continua sendo atualizado.

[Trend Micro via Ars Technica]