Todos os domingos, o Gizmodo Brasil traz uma curadoria de jogos para você experimentar no seu console de videogame, smartphone, tablet ou PC. Alguns deles podem não ser inéditos, nem terem sido lançados recentemente. A ideia aqui é levar até você sugestões de títulos que possam ser do seu interesse — e quem sabe valham a pena dar uma oportunidade.

Lembrando que os jogos podem ter ser preços alterados a qualquer momento nas lojas em que estão acessíveis. A disponibilidade de cada um também pode ser alterada por parte das desenvolvedoras.

Phasmophobia (Steam)

Embora não tenha sido lançado em sua versão final, Phasmophobia é um fenômeno entre os jogos de terror desde o segundo semestre de 2020. O título é desenvolvido pelo estúdio Kinetic Games e coloca até quatro jogadores em uma missão cooperativa: eles precisam investigar um local assombrado e descobrir qual atividade paranormal está assombrando o ambiente. O fantasma em si é gerado aleatoriamente em cada partida, e reage a diferentes equipamentos usados pelos jogadores, como sensores de movimento, sal grosso, crucifixos, entre outros.

Além de descobrir qual é o fantasma da jogada, os players devem explorar o local em busca de fotos, manifestações bizarras, impressões digitais e outras evidências que apontem o tipo de assombração que estão lidando. Ao mesmo tempo, precisam escapar da entidade, que ataca espontaneamente. Se conseguirem detectar tudo isso e completar alguns objetivos, os jogadores sobem de nível e ganham dinheiro para comprar mais equipamentos e repetir a jogatina.

É verdade que a movimentação dos personagens e os gráficos não são os melhores. Mas o que mais tem feito o sucesso de Phasmophobia é que, além de ter uma proposta bastante simples, ele não requer um computador super potente para rodar. A popularidade também aumentou depois que muitos streamers passaram a se juntar em times de quatro pessoas para solucionar os mistérios de cada cenário — e esses sim são bem assustadores.

Phasmophobia está em Acesso Antecipado na Steam e custa R$ 27,89.

Little Orpheus (Apple Arcade, PC)

Assine a newsletter do Gizmodo

Escolhido como o jogo do mês no Apple Arcade em agosto de 2020, Little Orpheus é uma criação do estúdio The Chinese Room, responsável pelo excelente Everybody’s Gone to the Rapture. E não é para menos: o game tem um dos visuais mais belíssimos que você encontra no serviço de assinatura da Apple, com jogabilidade relativamente simples em rolagem horizontal e gráficos que, a princípio, lembram um pouco a estética de Journey.

A trama acontece no ano de 1962. O protagonista é um cosmonauta soviético chamado Ivan Ivanovich, que habita uma região da Sibéria e é jogado em um vulcão extinto dentro do Little Orpheus, dispositivo de exploração usado para desbravar o centro da Terra. Por alguma razão desconhecida, Ivan fica três anos desaparecido e reaparece na superfície alegando ter salvo o mundo. Só que o personagem perdeu a bomba atômica dentro do motor da cápsula. Ameaçado por um general, Ivan agora precisa retornar ao centro do planeta e reaver a bomba.

Little Orpheus está disponível no Apple Arcade. O serviço custa R$ 9,90 por mês.

Control (Nintendo Switch, PC, Xbox, PlayStation)

O jogo mais recente da Remedy Entertainment voltou aos holofotes no início deste ano após ser disponibilizado para assinantes do Xbox Game Pass e da PlayStation Plus. A história gira em torno de Jesse Faden, uma jovem que ganhou poderes sobrenaturais após uma experiência traumática na infância, a mesma que a fez acreditar ter perdido seu irmão mais novo, Dylan. Em busca de respostas, ela vai até o prédio do Departamento Federal de Controle, uma agência governamental que estuda e armazena fenômenos estranhos. Só que, chegando lá, Jesse descobre que o edifício foi atingindo por uma força sobrenatural conhecida como “o Ruído”.

Além dos cenários um tanto megalomaníacos, Control se destaca pela excelente jogabilidade que mescla jogo de tiro em terceira pessoa com o uso dos poderes telecinéticos de Jesse. Ao longo da trama, ela vai aprendendo novas habilidades, como erguer objetos com o poder da mente e levitar no ar. Isso sem contar na forma como a história é contada: vários arquivos espalhados pelo prédio do Departamento trazem informações pertinentes e revelam alguns segredos. Isso sem contar que diversas vezes o game mescla filmagens com atores de verdade.

Control está disponível para Nintendo Switch, PC, PS4, PS5, Xbox One e Xbox Series X|S. O preço varia entre R$ 99 e R$ 149 na edição comum.