Não há dúvidas que os parques temáticos do Star Wars, previstos para serem abertos  na Califórnia e na Flórida, serão super modernos. Prova disso é uma patente da Disney, que mostra como a companhia vai fazer o sabre de luz funcionar no mundo real.

• Criaram uma réplica perfeita da Speeder Bike de Star Wars
• A Disneyland está testando droids interativos para suas atrações de Star Wars

Um site chamado PatentYogi descobriu uma solicitação da patente proposta pela Disney Enterprises para algo chamado “Audience Interaction Projection System”. Aparentemente a Disney criou um sistema que permitiria que fãs usassem um sabre de luz para desviar raios lasers, em tempo real.

O sistema provavelmente terá outras utilidades, mas nesta imagem em particular é isso o que sugere.

star-wars-patente

Para explicar a imagem, o documento diz o seguinte:

Um ambiente de entretenimento em que o usuário tem um falso sabre de luz que interage com um drone voando ou operado por hastes escondidas para parecer que está voando. O falso sabre de luz tem LEDs para fornecer luz infravermelho para o drone. Quando um LED for ligado, um sensor de luz invisível colocado no drone irá capturar uma imagem do campo de visão com um ponto luminoso na posição do LED ativado. Uma fonte de luz visível colocada no drone irá então projetar a luz por um material particulado até o falso sabre de luz. Como resultado, os usuários terão a ilusão de que o falso sabre de luz desviou o raio laser. Múltiplos LEDs podem ser ativados em sequência para dar ao usuário a impressão que o movimento feito com o falso sabre de luz está desviando múltiplos raios lasers.

Toda essa explicação é bem técnica e bem confusa. Mas basicamente diz que usando o sistema as pessoas poderão desviar raios lasers com seus sabres de luz. Um drone irá disparar o ‘laser’ através de um material (provavelmente uma fumaça) para que você possa vê-lo e então o sabre de luz mandará o ‘laser’ de volta.

É importante notar que embora pareça que essa tecnologia fará parte dos parques temáticos que estão em construção, essa é só uma aposta. A patente foi solicitada oito meses antes da Disney anunciar oficialmente os parques. Pode se tratar de um tipo de brinquedo, mas o uso de drones definitivamente não sugere que seja algo pra brincar no quintal de casa.

Um representante da Disney Parks disse que a companhia “inova constantemente e solicita centena de patentes que podem ou não ter alguma aplicação” e que no momento “não tem nada para anunciar”.

De qualquer forma, seria uma atração muito legal. Melhor que isso só se a Disney descobrisse como obter energia pura para o sabre de luz. No entanto, isso já é um começo.

[PatentYogi]